Gol consegue US$ 600 milhões para trazer mais 12 Boeing 737-MAX

|


PANROTAS/Gute Garbelotto
Paulo Kakinoff, presidente da Gol
Paulo Kakinoff, presidente da Gol
A Gol Linhas Aéreas anunciou que obteve um financiamento de até US$ 600 milhões com a Castlelake LP para financiar a aquisição de novas aeronaves 737 MAX 8. “O financiamento dessas aeronaves Boeing 737 MAX marca o início de um novo ciclo de criação de valor em nossa frota,” disse o presidente da Gol, Paulo Kakinoff,. “Com condições favoráveis de mercado para novas aeronaves MAX e nossa forte parceria com a Boeing, como um de seus maiores clientes, essas aeronaves fortalecem ainda mais a nossa posição de liderança no mercado.”

A transação contemplará dez arrendamentos financeiros e dois sale-leasebacks. A taxa de juros para os arrendamentos financeiros é de aproximadamente 6% ao ano, o que representa, segundo comunicado da Gol, “uma redução em relação aos custos de arrendamentos operacionais das aeronaves atuais na frota”.

A empresa informou ainda que espera devolver até 18 aeronaves 737 NG em 2022, e um total de 34 aeronaves NG até o final de 2025, o que deverá contribuir ainda mais com a redução de custos unitários.

A entrega dessas 12 aeronaves Boeing 737 MAX adicionais começa em janeiro de 2022, e de acordo com a Gol está “em linha com o plano de acelerar a transformação de sua frota e possuir metade de suas aeronaves sob arrendamentos financeiros até 2026”.

GOL
No terceiro trimestre de 2021, a Gol firmou contratos para 26 aeronaves adicionais MAX 8, e atualmente possui um total de 102 aeronaves Boeing 737 MAX a serem entregues.

A Gol fechou 2021 com 130 aeronaves em sua frota, das quais 28 MAX. Este ano o número de MAX salta para 44, chegando a 56 em 2023, 65 em 2024 e 75 (de uma frota de 150) em 2025.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA