FAA revisará padrões de tamanho de assento de avião

|

Hernán Piñera/Flickr
Avaliação terá como base o que é necessário para a segurança e a saúde dos passageiros
Avaliação terá como base o que é necessário para a segurança e a saúde dos passageiros
A FAA está iniciando um processo de revisão regulatória que pode levar ao estabelecimento de novos padrões de tamanho para assentos de aviões comerciais, bem como o espaço entre as fileiras de aeronaves em voos nos Estados Unidos. Os regulamentos atuais não determinam mínimos para essas dimensões, mas exigem que as aeronaves possam ser evacuadas em 90 segundos.

O primeiro passo será um documento solicitando ao público comentários sobre os impactos de segurança das larguras dos assentos existentes, comprimentos dos assentos e espaço entre as fileiras (pitch). O público terá 90 dias para apresentar recomendações após a publicação do documento e a FAA decidirá então se acredita que novos padrões regulatórios são necessários. A agência disse que comentários que incluem dados técnicos serão os mais úteis.

Como parte de um projeto de lei de financiamento da FAA de 2018, o Congresso determinou que a agência estabelecesse novos padrões de tamanho de assento e pitch com base no que é "necessário para a segurança e a saúde dos passageiros".

Em março, a agência finalmente divulgou publicamente os resultados dos testes de evacuação realizados de novembro de 2019 a março de 2020. O relatório afirma que as configurações de cabine atualmente utilizadas pelas transportadoras americanas não impedem o progresso da evacuação para 99% da população americana. No entanto, em uma carta separada aos legisladores, o então administrador da FAA, Steve Dickson, observou que os testes se baseavam apenas em adultos saudáveis com menos de 60 anos. Nenhum idoso, criança ou indivíduo com deficiência participou.

“Como resultado, eles fornecem informações úteis, mas não necessariamente definitivas, sobre os efeitos das dimensões dos assentos em evacuações seguras para todas as populações”, escreveu Dickson.

O documento de comentários pedirá ao público que forneça informações sobre as dimensões do assento e do campo “necessárias para garantir a segurança durante a evacuação de uma ampla gama de passageiros”, incluindo grupos demográficos não incluídos nos testes de evacuação.

As informações são do portal Travel Weekly.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA