NOVAS ROTAS

Após charter, Jujuy terá novo voo regular de São Paulo

Emerson Souza
O secretário de Turismo de Jujuy, Diego Valdecantos
O secretário de Turismo de Jujuy, Diego Valdecantos
A primeira experiência de um voo direto entre São Paulo e Jujuy foi mais do que positiva. Depois de cerca de dois meses de uma operação fretada, a conexão entre os aeroportos de Guarulhos e Governador Horacio Guzman passará a ser regular a partir de 24 de março. O Portal PANROTAS já havia adiantado no início do ano sobre a possível concretização desse negócio.

O Governo de Jujuy, liderado pela secretaria de Turismo, contratou a Aerolíneas Argentinas para fazer a ligação direta entre os dois destinos e, deve-se destacar, a primeira internacional da província argentina. Agora, os viajantes podem comprar passagens no canal direto da companhia aérea e também reservar pacotes combinados com Uyuni (Bolívia), San Pedro de Atacama (Chile) e Salta (Argentina) com agências de viagens

Os voos charter ofertados no início do ano foram possíveis graças aos esforços do governo local e um pool de operadoras que venderam o produto. Foram elas: Ancoradouro, Ambiental, Agaxtur, BWT, Flytour Viagens MMT, Interpoint, New Age, Soul Traveler, TGK, Uneworld, Venturas e Visual Turismo.

Agora, a rota será feita sem escalas até 30 de junho. Será um voo semanal com saída de São Paulo aos sábados, às 6h55, e chegada em Jujuy às 9h45. No sentido inverso, a aeronave retorna do destino argentino às 19h30 e pousa no terminal de Guarulhos às 22h30 do mesmo dia. O equipamento utilizado é o Boeing 737-800, com capacidade para 170 passageiros, sendo 162 na econômica e oito na Club Economy.

AO MENOS O DOBRO
Com três meses pela frente, o secretário de Turismo da província, Diego Valdecantos, encara a nova oportunidade como um teste para tornar o serviço frequente. “O nosso governo aposta muito no mercado do Brasil. Conversamos com a Aerolíneas e chegamos à conclusão: ‘se isso funcionar, podemos continuar’. E aqui estamos mais uma vez”, declarou à reportagem.

Emerson Souza
Valdecantos apresenta o destino aos operadores brasileiros
Valdecantos apresenta o destino aos operadores brasileiros
A primeira experiência mostrou que Jujuy interessa ao brasileiro. Em oito voos, a ocupação média foi de 80%, ou seja, aproximadamente 1.050 passageiros voaram entre ambos os destinos.

Agora, os esforços da província estão voltados a fazer uma maior promoção para levar mais turistas à cidade reconhecida mundialmente pela Quebrada de Humahuaca.


Para isso, Valdecantos espera ao menos dobrar o número de turistas brasileiros. Em 2017, aproximadamente 15 mil viajaram ao destino, de um total de 870 mil entre argentinos e estrangeiros.

Além dos 30 mil almejados somente para este ano, o secretário aguarda o sucesso da operação com a Aerolíneas para acrescentar outras frequências no decorrer do tempo. “Nossos visitantes vieram [no voo fretado] praticamente de São Paulo e nos entornos do Estado. Queremos atingir o Brasil todo porque sabemos que vocês gostam da Argentina e de lugares novos que não sejam só Buenos Aires ou Bariloche”, declarou ele.

A secretaria tem ambições de tornar o Brasil seu terceiro maior mercado emissor. Hoje, a França lidera com folga, com 25% do total de visitantes estrangeiros, seguida por Espanha, Chile e Bolívia. Vale lembrar que todos os destinos não têm voos diretos e se conectam via Buenos Aires.

MELHORIAS NECESSÁRIAS
Ainda que tenha encantado brasileiros com suas montanhas coloridas, cultura e gastronomia, Jujuy precisa investir na infraestrutura do seu aeroporto, como reconhecido por Diego Valdecantos. O governo desembolsou 700 milhões de pesos argentinos para desenvolver um terminal mais moderno e tecnológico que deverá ser entregue nos próximos dois anos.

Já para o início dessa operação regular, ele garantiu que a fila de imigração será mais ágil. A ausência de voos regulares faz com que exista atualmente apenas dois pontos de imigração. Daqui a menos de duas semanas serão seis postos. “Vamos fazer um trabalho mais ágil, queremos que cada passageiro fique de 20 a 30 segundos e processo todo dure de 30 a 40 minutos”, finalizou.
Este empresa apoia o Fórum PANROTAS 2018
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA