Azul terá voo direto entre Campinas e Boa Vista na alta temporada

|

PANROTAS / Emerson Souza
O voo da Azul entre Campinas e Boa Vista seria o mais longo operado dentro do país. Serão 4h05 de viagem
O voo da Azul entre Campinas e Boa Vista seria o mais longo operado dentro do país. Serão 4h05 de viagem
A Azul Linhas Aéreas comunicou mais uma novidade para a próxima alta temporada do Turismo. A companhia vai ligar, com voo direto, a cidade de Campinas, a partir do aeroporto de Viracopos, e a capital de Roraima, Boa Vista. O voo começa a operar a partir do dia 1º de dezembro.

A conexão será o serviço regular mais longo já realizado por uma companhia área dentro do País, com um percurso que deve durar quatro horas e cinco minutos. A operação será realizada quatro vezes por semana e feita com um Airbus 320, com capacidade para 174 viajantes.

“Viracopos é o nosso principal hub e já dispõe, o ano todo, de frequências importantes e estratégicas ligando Campinas a maioria dos Estados brasileiros. Durante a alta temporada, nós preparamos um incremento para conectar nossos clientes aos diversos lugares no Brasil, pois sabemos que as pessoas têm planejado viajar nos meses de dezembro e janeiro para aproveitar as férias, reencontrar parentes e amigos já vacinados e relaxar nos merecidos dias de folga”, considera o gerente de Planejamento de Malha, Vitor Silva. “Sendo assim, este é o momento ideal para lançarmos um voo inédito e que se tornará regular. Será a primeira ligação de Boa Vista direto com o sudeste brasileiro sem passar por outras localidades para conexão."

Até o início da operação regular entre Campinas e Boa Vista, a marca de voo doméstico mais longo do Brasil permanecerá com a Azul: é a rota Recife – Porto Alegre, que tem duração aproximada de quatro horas em um percurso de 2.955 quilômetros.

O anúncio do voo entre o destino paulista e Roraima vem no mesmo dia em que a empresa anunciou a ampliação da oferta em Uberaba, no interior mineiro.

Veja abaixo a programação de voos para o percurso Campinas-Boa Vista:
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA