Latam lança voo de Curitiba a Santiago, no Chile

|


Divulgação/Latam
Segundo a empresa, voo reduz em quase 50% tempo de viagem entre as cidades comparando com a conexão em SP
Segundo a empresa, voo reduz em quase 50% tempo de viagem entre as cidades comparando com a conexão em SP

A Latam vai inaugurar em 1º de novembro deste ano a sua primeira rota internacional em Curitiba, com três voos diretos por semana para Santiago, no Chile. A iniciativa, além de ampliar a conectividade no Paraná, tornará Curitiba a quinta cidade brasileira a contar com voos internacionais da Latam, depois de Fortaleza, Porto Alegre e Rio de Janeiro (Galeão) e São Paulo (Guarulhos).

Segundo a Latam, a capital paranaense é atualmente uma das cidades-foco dos investimentos da companhia, que já voltou a voar para 20 destinos internacionais a partir do Brasil (antes da pandemia de Covid-19 eram 26 destinos).

De acordo com a diretora de Marketing e Vendas da Latam Brasil, Aline Mafra, além de atender à demanda atual, a inclusão de Curitiba entre os aeroportos com voos internacionais reflete o processo de retomada do mercado internacional pela companhia.

“Curitiba merece esse investimento e nosso foco continua sendo o crescimento sustentável da nossa malha aérea, alocando oferta onde há demanda potencial. Além de retomar e inaugurar voos, estamos conseguindo diversificar os aeroportos com operações internacionais. Isso gera valor para diferentes regiões do Brasil e mais conforto para os clientes em termos de conectividade e tempo de viagem”.

Comparado com um voo com conexão em São Paulo, por exemplo, o voo direto Curitiba-Santiago reduzirá em quase 50% o tempo total de viagem entre as duas cidades na América do Sul. As passagens aéreas para a nova rota já estão à venda em latam.com e demais canais de venda.

CURITIBA-SANTIAGO TERÁ 3 VOOS SEMANAIS
A nova rota terá três voos semanais, que decolarão de Curitiba às terças-feiras, quintas-feiras e aos sábados às 19h25*, com duração de 2h45. A partir de Santiago, os voos decolarão nos mesmos dias às 13h05*, com 4h25 de duração. Os voos serão operados com aeronaves Airbus A320, que possuem capacidade para até 176 passageiros (8 Premium Economy e 168 Economy).

Ao todo, a Latam já voltou a voar do Brasil para 20 destinos internacionais (eram 26 antes da pandemia de Covid-19). Os destinos já reativados são: Assunção, Barcelona, Bogotá, Buenos Aires/Aeroparque, Buenos Aires/Ezeiza, Cidade do México, Frankfurt, Lima, Lisboa, Londres, Madri, Mendoza, Miami, Milão, Montevidéu, Nova York, Orlando, Paris, Santiago e Roma. Além disso, fora do eixo Rio-São Paulo, os clientes possuem opções a partir de Fortaleza (com voos para Miami) ou Porto Alegre (com voos para Lima), ambos também retomados em julho.

Para este ano, a companhia prevê retomar as rotas São Paulo/Guarulhos-Boston (3 voos semanais) e Rio de Janeiro/Galeão-Buenos Aires/Ezeiza (3 voos semanais), ambos em outubro de 2022.

Até dezembro, a companhia prevê acrescentar mais voos diretos em rotas como Buenos Aires/Ezeiza-São Paulo/Guarulhos (20 voos semanais), Rio de Janeiro/Galeão-Santiago (12 voos semanais), São Paulo/Guarulhos-Lima (18 voos semanais), São Paulo/Guarulhos-Miami (14 voos semanais) e São Paulo/Guarulhos-Montevidéu (12 voos semanais).

Do primeiro para o segundo trimestre deste ano, a Latam registrou aumento de 60% nas vendas de passagens internacionais no Brasil. O crescimento comprova que a busca por viagens ao exterior voltou a aquecer nos últimos três meses.

Do primeiro para o segundo trimestre deste ano, a LATAM registrou aumento de 60% nas vendas de passagens internacionais no Brasil.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA