Pedro Menezes   |   08/07/2024 12:34
Atualizada em 08/07/2024 15:02

Aerolíneas retoma voos para Porto Seguro e deve ampliar oferta em setembro

Operação deve crescer para duas frequências por semana partir de 18 de setembro


Divulgação/Setur Porto Seguro
Primeiro voo, com 157 passageiros, pousou em Porto Seguro no último sábado com recepção calorosa das baianas
Primeiro voo, com 157 passageiros, pousou em Porto Seguro no último sábado com recepção calorosa das baianas

Além de operar 78 voos semanais para Rio de Janeiro e São Paulo, neste mês de julho, por conta da temporada de inverno, a Aerolíneas Argentinas também retomou seus voos para Porto Seguro a partir do Aeroparque Jorge Newbery, em Buenos Aires. A retomada desta operação já tinha sido confirmada em 2023.

O primeiro voo, com 157 passageiros a bordo, pousou em Porto Seguro no último sábado (6). A Argentina sempre foi um dos principais mercados para Porto Seguro do Mercosul. Tanto é que o voo semanal, realizado por B737 Max 8s, deve crescer para duas frequências por semana partir de 18 de setembro.

Segundo Guto Jones, secretário de Turismo de Porto Seguro, o planejamento para voltar a receber o voo envolveu a requalificação dos equipamentos aeroportuários e o fortalecimento das relações com o trade. “O histórico de Porto Seguro como campeão de vendas na Argentina reforça a necessidade de ampliar esta rota”.

Divulgação/Setur Porto Seguro
Baianas recepcionaram os turistas argentinos no voo inaugural da Aerolíneas Argentinas
Baianas recepcionaram os turistas argentinos no voo inaugural da Aerolíneas Argentinas

Porto Seguro, que já recebia voos de Buenos Aires, pela Gol Linhas Aéreas, a partir do aeroporto de Ezeiza, agora ganhou opções com partidas do Aeroparque, terminal na região central da capital argentina. Os novos voos são realizados aos sábados e, a partir de setembro, também às quartas-feiras.

“O primeiro voo veio praticamente cheio, o que demonstra a viabilidade da linha. A vantagem é que a rota usa o Aeroparque, que fica na região central de Buenos Aires, uma comodidade para os passageiros, que não precisam se deslocar para o aeroporto de Ezeiza”, explicou o supervisor da Aerolíneas Argentinas, Diego Amaro.

“Os visitantes internacionais estão escolhendo a Bahia para entrar no Brasil, com o estado registrando um índice seis vezes maior que o do país"

Maurício Bacelar, secretário de Turismo da Bahia

Para garantir o aumento das operações, o Governo do Estado investiu R$ 21,7 milhões na pavimentação asfáltica e ampliação da pista, o que permite o pouso e decolagem de aeronaves de maior porte. O equipamento atende às normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Tópicos relacionados