Azul fecha acordo com a mato-grossense Asta

|


Larissa Faria
O CEO da Asta, Adalberto Bogsan, e o diretor de Alianças da Azul, Marcelo Bento Ribeiro
O CEO da Asta, Adalberto Bogsan, e o diretor de Alianças da Azul, Marcelo Bento Ribeiro
A Azul assinou, nesta quinta-feira (22), um acordo comercial de voos com a Asta Linhas Aéreas. Focada na aviação sub-regional, a empresa atua em nove destinos no Mato Grosso e opera 11 voos diários no Estado. A operação interline será realizada com aeronaves Cessna Grand Caravan C208B, de nove lugares. "Sabemos o potencial das cidades do Mato Grosso, que têm demanda do público de agronegócio. Porém, os aeroportos são pequenos, então não conseguiríamos atender com os nossos ATRs. A parceria com a Asta chega para complementar a nossa operação", afirma o diretor de Alianças da Azul, Marcelo Bento Ribeiro.

Com a parceria, a Azul expande sua malha para 111 destinos domésticos. Aos 104 operados pela companhia com hub em Campinas (SP), somam-se Água Boa, Canarana, Juara, Juína, Lucas do Rio Verde e Tangará da Serra. Partindo de Cuiabá, a Azul atenderá com a Asta voos de ida e volta no mesmo dia para Primavera do Leste e Rondonópolis. "Montamos nossa malha aérea pensando em horários que se conectassem aos voos da Azul. Desta forma, expandimos a possibilidade de deslocamento dos clientes", conta o CEO da Asta, Adalberto Bogsan. Com a parceria, a Asta prevê um aumento de 30% em sua receita em menos de um ano.

O acordo entrará em vigor em até 90 dias. Depois desse prazo, os clientes da Azul poderão adquirir passagens para os novos destinos regionais da companhia no Mato Grosso assim como os passageiros da Asta poderão comprar bilhetes para as mais de 100 cidades com atuação da Azul no Brasil. Desta forma, é necessário apenas um check-in e um despacho de bagagem. Futuramente, pequenas cargas também devem ser inclusas nos voos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA