Demanda por voos domésticos cresceu 42% em julho

|


Unsplash/Stefan Fluck
Nos voos internacionais a alta de julho foi de 45%
Nos voos internacionais a alta de julho foi de 45%
Dados divulgados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e compilados pela Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) mostram que, durante o mês de julho, houve crescimento na demanda por voos domésticos. O índice cresceu 42,5% na comparação com o mês anterior.

Outro indicativo, também em alta, foi o de assentos-quilômetro oferecidos (ASK), que avançou 39,3% na mesma comparação. No mercado internacional, a demanda (RPK) teve alta de 45,7% e a oferta aumentou 14,3% em comparação com junho.

COMPARAÇÃO COM 2019
A Anac também preparou um comparativo entre julho deste ano e o mesmo mês em 2019, antes do início da pandemia. Nesse levantamento, a demanda (RPK) por voos domésticos teve queda de 23,6% e a oferta retração de 22,1%. A taxa de ocupação das aeronaves foi de 82,8%, redução de 1,7 ponto percentual. Clique aqui e veja mais detalhes.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA