TECNOLOGIA

Copa apresenta seu centro de capacitação de pilotos; conheça

Localizado na zona universitária Ciudad del Saber, na Cidade do Panamá, o Centro de Capacitação Clayton da Copa Airlines passa por reformas para atender aos novos Boeing 737 Max 9 que começaram a ser entregues na última terça-feira (18). As instalações contam com modernos simuladores de voos para pilotos e programas de treinamento para toda a tripulação.

Marcel Buono
José Rodríguez (Operações de Voo) e Philip Commodario (Gerente de Programas de Treinamento), da Copa Airlines, no Centro de Capacitação Clayton
José Rodríguez (Operações de Voo) e Philip Commodario (Gerente de Programas de Treinamento), da Copa Airlines, no Centro de Capacitação Clayton
“Investimos nesse projeto para que todo o treinamento da equipe que voa pela Copa Airlines seja integrado em um só local. Aqui, tudo é gravado e analisado, assim, já percebemos algumas tendências durante os treinamentos e fazemos todos os ajustes necessários para que os passageiros voem com o máximo de segurança e atendimento em nossas aeronaves”, comentou o gerente de Programas de Treinamento da Copa, Philip Commodario, que é ex-piloto.

Hoje em dia, o Centro de Capacitação da companhia aérea panamenha conta com nove simuladores que permitem treinamentos que vão desde situações básicas de voo até as mais complexas que podem acontecer no ar. Três deles, supermodernos, simulam perfeitamente os cockpits dos modelos 737-800 Next Generation da Boeing e 190 da Embraer, permitindo a introdução dos mais diversos cenários que os pilotos podem enfrentar durante uma rota.

“Aqui, simulamos todas as situações possíveis que os nossos pilotos podem ter que encarar em pleno voo. Condições climáticas adversas e problemas mecânicos fazem parte do treinamento para que todos estejam sempre preparados para cenários reais”, continuou Commodario.

“O realismo é tão grande que eu nem sinto falta dos meus tempos de piloto. Se tenho saudades, resolvo tranquilamente pelo simulador”, brincou.

INVESTIMENTO PARA O FUTURO
A partir de 2019, o Centro de Capacitação Clayton também introduzirá dois simuladores para os novos Boeing 737 Max 9 da companhia. Os aparelhos estão orçados em cerca de US$ 15 milhões cada e serão instalados em um novo edifício que está em fase final de construção. A obra deverá ser entregue em dezembro e recebeu um investimento de quase US$ 2 milhões.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA