Sete Mares: joint-venture com Uniglobe e programa de ICs no luxo

|

Leonardo Ramos
Rafael Buffara e Rafael Atala Buffara, da Sete Mares
Rafael Buffara e Rafael Atala Buffara, da Sete Mares
A Sete Mares Turismo, com sede em São Paulo, e atuação nos segmentos de viagens de luxo, corporativo e eventos, anunciou um pacote de investimentos e mudanças para aproveitar as oportunidades do período de retomada que se aproxima. Entre as novidades estão uma joint-venture na área de viagens corporativas com a Uniglobe Travel Brasil e o lançamento de dois programas B2B: um para consultores independentes de viagens de luxo, os chamados ICs, e um para a associação de pequenas agências de MICE e eventos (a unidade de Eventos continua com atendimento pela Sete Mares e não faz parte do acordo com a Uniglobe). E ainda a contratação de Guilherme Ishikawa como diretor de Marketing.

“Após alguns ajustes e readequações redefinimos nosso plano de ação para 2021. Agimos muito rapidamente à chegada da pandemia, adotamos o home office já no começo de março e ao final do mês já estávamos 100% operacionais. A partir disso, passamos a olhar para nossas diferentes operações (Lazer, Operadora e Corporativo) e tomar medidas objetivas para a segurança dos negócios”, conta o CEO da Sete Mares, Rafael Atala Buffara.

Divulgação
Guilherme Burti, sócio da Sete Mares
Guilherme Burti, sócio da Sete Mares
PARA CONSULTORES E AGÊNCIAS

No B2B, duas iniciativas marcam o novo período da Sete Mares. A empresa finalizou seu programa de ICs (consultores independentes) para lançamento oficial ao mercado, onde o objetivo é “aliar tecnologia e a experiência de mais de 20 anos no mercado de Turismo de luxo”. “Mesmo antes do lançamento já recebemos diversos pedidos de afiliação de agentes independentes”, diz Guilherme Burti, um dos sócios da Sete Mares. Segundo ele, a estrutura da Sete Mares está pronta para receber e atender até 30 consultores independentes após o lançamento. Interessados podem escrever para marketing@7mtur.com.br.

Além disso, a Sete Mares vai apresentar “um novo formato de associação a pequenas agências de Mice e eventos”, prometendo trazer um novo modelo de negócio para o mercado. De acordo com Guilherme Burti a intenção é parecida com a dos consultores independentes: oferecer a estrutura, os selos, a expertise da Sete Mares para essas agências de pequeno porte, que querem atender seus clientes de uma forma mais robusta e eficiente. O departamento de Eventos e MICE continua sendo tocado pela Sete Mares e não faz parte do contrato com a Uniglobe, que ficou com o atendimento das contas correntes corporativas.

UNIGLOBE
“E no corporativo, estamos muito felizes em anunciar em primeira mão aqui no Portal PANROTAS nosso acordo de joint-venture com a Uniglobe, que já era uma grande parceira e agora faz parte da nossa família”, comenta Burti, que está liderando essas iniciativas B2B. A Uniglobe, dirigida por Patrick Tytgadt, já faz o atendimento de plantão da Sete Mares, há seis anos, e portanto conhece bem a forma de trabalhar e a operação da empresa.

“Nosso corporativo estava crescendo bastante e vimos que o melhor seria buscar um parceiro para essa joint-venture entre as duas empresas. Por enquanto, durante a pandemia, nada muda, mas depois visitaremos todos os clientes para mostrar que é uma mudança para melhor e que o DNA da Sete Mares estará presente”, explica Burti.

TECNOLOGIA
Na área da tecnologia investimentos estão sendo feitos para tornar ainda mais ágil e eficiente o trabalho dos consultores e ICs, com a implantação de um novo sistema de CRM e Atendimento. “Sem contar que essa inovação também aumentará consideravelmente a capacidade de atendimento da rede de agências parceiras”, acrescenta Guilherme Burti.

“A Sete Mares está sempre focada em dados e nas tendências para buscar novos produtos e atender cada vez melhor nossos clientes.”, diz o sócio responsável pelo Comercial da empresa, Marcos Menezes.

“O mercado e os clientes podem esperar muito da Sete Mares para 2020, estamos confiantes que atravessaremos as tormentas mundiais e sairemos ainda mais fortes”, acrescentam Rafael Buffara e Beth Buffara, sócios fundadores da companhia.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA