Check-list para empreendedores conterem a crise e salvar o caixa – parte 2

|

Para ajudar empresários a lidar com as consequências da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, a Gestão 4.0 e a Auddas listaram algumas medidas importantes para os negócios. Depois das recomendações sobre os impostos, taxas e despesas, as orientações de hoje contemplam as áreas de recursos humanos, crédito, receita e marketing.

Confira!

GENTE

Suspensão de contratações
Adote um Hiring Freeze: nesse momento qualquer contratação ou substituição deve ser reavaliada, pois aumenta os custos fixos sem garantia de novas receitas

Home office (economia de vale transporte e vale alimentação)
Movimente todo o time possível para o regime de home office, e negocie benefícios como o vale alimentação, vale refeição e vale transporte. Também suspenda serviços de manutenção do escritório durante o período

Preparação para eventuais cortes
Levante e avalie possíveis cortes que o seu negócio já planejava fazer, e considere uma timeline em que eles poderiam ser feitos como última opção

Preparação para possíveis redução salarial/corte de pagamento proporcional
Acompanhe as medidas governamentais de flexibilização de carga de trabalho e salário de forma presencial, com respeito ao salário mínimo. Peça ajuda de um advogado trabalhista

Pixabay
Antecipação de férias
Avalie essa oportunidade com o time de profissionais

Evitar demissões X redução salarial
Demissões no regime CLT exigem pagamento indenizatório sem justa causa, e o mesmo a menos que previsto em contrato, deve ser realizado à vista. Assim, apesar de demissões poderem se tornar necessárias, o custo de uma pode ser elevado, e o impacto no caixa deve ser considerado. No caso de regimes PJ, os termos são definidos no contrato de prestação de serviço

Postergar promoções e pagamento de bônus
Postergue o pagamento de qualquer tipo de bonificação, prêmios e remuneração variável que não esteja ligada à geração imediata de receita (comissão de vendas)

CRÉDITO/ CAIXA/ DÍVIDA

Definir política de caixa mínimo e não tocar no caixa mínimo a não ser em emergência
Defina um mínimo de disponibilidade de caixa que deve sempre estar disponível. Caixa é fundamental para momentos de crise, e vários dos seus custos, mesmo que reduzidos, não poderão ser zerados. Assim, é importante que você consiga garantir o pagamento dessas despesas e manutenção da operação necessária durante esse período. A manutenção do caixa acima de um valor mínimo saudável (pelo menos um mês de despesas considerando zero receitas, preferencialmente mais), é a sua maior prioridade

Negociação com bancos para "carência" de 60 a 90 dias
Reveja e renegocie todas as suas dívidas, em termos de taxas e prazos

Verificação de todas linhas disponíveis e eventual captação de recursos disponíveis
Busque por fontes de financiamento disponíveis. Empréstimos, funding, o custo de capitação atrelado a Selic caiu por medidas do governo, use isso ao seu favor e reforce sua posição de caixa, após o momento de crise você pode quitar de forma antecipada e reduzir os juros pagos. Porém, lembre-se: esse dinheiro é para sobrevivência e manutenção das atividades, não é a hora de captar dinheiro ou se financiar para realizar investimentos

Interrupção de pagamento de dívidas tributárias (de acordo com as novas resoluções)
Avalie o impacto da Medida Provisória nº 899/2019 (MP do Contribuinte Legal) no seu negócio

Unsplash/Rawpixel
Antecipação de todos os recebíveis disponíveis em cartão de crédito

Avalie a segurança e liquidez do seu intermediador de pagamento. Lembre-se que muitos negócios podem pedir antecipação de recebíveis nesse momento, e caso o seu fluxo de caixa seja comprometido isso pode se tornar um problema. O seu dinheiro é o que está no banco

Negociação de outros recebíveis com eventuais FIDC (boletos/contratos)
Avalie a possibilidade de antecipar a cobrança e recebimento por contratos

Negociação de prazo com fornecedores
Converse com todos os fornecedores e busque renegociar termos de pagamento (prazos e valores)

Revisão de volumes de compra com fornecedores
Renegocie os volumes de compra com todos os fornecedores para ajustar a nova previsão de demanda com base em diferentes cenários. Se não for possível renegociar os volumes, renegocie prazos de pagamento e entrega

Identificação de ativos que possam ser vendidos (jurídicos, por exemplo)
Avalie ativos que possam ser colocados à venda nesse momento, como créditos jurídicos (indenizações de processos ainda não finalizados), propriedades, marcas e patentes não utilizados e sem previsão de uso, etc

Reveja a política de dividendos
A menos que 100% do salário dos sócios seja proveniente dos dividendos, os mesmos deveriam ser totalmente zerados nesse momento, ou pelo menos drasticamente reduzidos para o menor valor possível

RECEITAS

Revisão de todos os contratos e identificação de receita variável para revisão de receita mínima
Avalie a composição da receita de todos os contratos, como termos de realização, prazos, e bonificações previstas. Considere somente a receita mínima e fixa dos contratos, e reveja possíveis atrasos de execução e pagamentos

Montar um plano 2 + 2 considerando primeiros 2 meses com receitas fixas apenas e outros 2 meses com apenas 40% da receita "variável"
Trace diferentes cenários de receitas e avalie o impacto no seu fluxo de caixa.

Cenário A
De 2 a 3 meses com impacto somente nas receitas variáveis
Cenário B
Redução de 40% a 50% em todas as receitas
Cenário C
Nenhuma receita nesse período. Entenda como seu caixa se comporta em cada cenário

Identificar oportunidades de receitas adicionais com cliente
Veja serviços que podem ser vendidos nesse momento para os seus clientes. Venda vouchers com valor descontado para realização do serviço no futuro, mas com geração de receita no momento

Montar estratégias de troca de receita por conquista de clientes
Serviços com baixo custo marginal podem ser transformados em estratégia de capitação de leads qualificados, ou retenção de clientes para evitar suspensão e renegociação de contratos

MARKETING

Revise todos os budgets e campanhas

Faça um plano de comunicação
Se a sua empresa precisa se posicionar sobre a atual situação do Covid-19, é importante que o posicionamento dela seja feito de forma organizada e estratégica, para que as mensagens transmitidas mantenham um alto grau de coerência e alinhamento

Comunique melhor sua estratégia de posicionamento com o seu público
Lembre-se que o seu cliente também está avaliando os cortes e ajustes em seu próprio orçamento. Assim é importante que você se comunique de uma forma que ele continue te vendo como relevante mesmo durante a crise, mostre como você pode ajudá-lo para ter um posicionamento melhor na curva ABC

OUTRAS MEDIDAS

Implementação de um comitê de crise com checkpoint diário
Todos os dias revise com a gestão da empresa: ações que foram implementadas e seus impactos, mudanças de cenários, novas ações que devem ser implementadas com base nos impactos observados pelas decisões e acontecimentos anteriores. Mantenha todos na mesma página, alinhados e como donos de suas respectivas ações

Definir indicadores chaves de heartbeat diário
Defina os indicadores que te permitam ver a real saúde do negócio e o impacto da crise no dia a dia: disponibilidade de caixa, recebíveis, deals gerados, ticket médio, quantidade de transações, despesas. Acompanhe, reveja e controle todos com ações e metas que devem ser batidas

Manter um canal de comunicação interno (colaboradores) e externo (fornecedores e clientes) com updates diários
Dê visibilidade para seu time e parceiros como forma de reduzir o pânico e transmitir segurança. O medo faz as pessoas se paralisarem, ou tomarem atitudes negativas. A transmissão de segurança ajuda a manter todos motivados e produtivos e, consequentemente, com maior nível de entrega e comprometimento

Melhore seus fluxos internos e monte planos de contingência
Nesse momento, gestores e times de liderança provavelmente estão com uma carga de trabalho elevada. Além disso, a implementação da política de home office tende a tornar a comunicação interna muito mais difícil do que já é normalmente; por isso, uma revisão dos fluxos de comunicação, bem como responsabilidades e linhas de decisão, é fundamental.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA