São Paulo anuncia linha de crédito para Turismo

|


Emerson Souza
Joao Doria
Joao Doria

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou novas medidas para conter a crise do coronavírus no Estado. A partir de amanhã, shoppings e academias são recomendados (e não obrigados) a fechar até 30 de abril.

O governo também vai oferecer, via Banco de Desenvolvimento do Estados de São Paulo, R$ 275 milhões, com prioridade para pequenas empresas.

Segundo Doria, o crédito será para as empresas de setor de Turismo, economia criativa e comércio. Ele citou nominalmente restaurante, bares, cafés e similares.

Instantes depois do anúncio feito pelo governador, a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo anunciou um programa que viabiliza R$ 74,7 milhões em crédito para o setor.

"Por meio de um seminário on-line, a Secretaria Estadual de Turismo apresentou linhas de financiamento ao setor", aponta a nota. "Para ajudar a mitigar os impactos econômicos e sociais sobre a cadeia produtiva do Turismo, um dos setores mais afetados pela pandemia do coronavírus, a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo realizou, na última terça-feira (17), um workshop on-line de crédito turístico.

O evento é parte de um grande programa anunciado pela secretaria no ano passado para disseminar o acesso a linhas de financiamento oferecidas por bancos parceiros a empresas e prefeituras.

A transmissão on-line teve a participação de três mil pessoas. Com a iniciativa, a secretaria recebeu 93 solicitações e cadastros pelo sistema, totalizando R$ 74,7 milhões em empréstimos ao setor, sendo R$ 64,7 milhões para capital de giro – principal preocupação das empresas por causa da parada nas atividades comerciais.

Estas demandas já estão com Banco do Povo (que atende micro e pequenos empreendedores individuais, as MEIs), Desenvolve SP, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Entre os segmentos contemplados estão hotéis, agentes de viagens, organizadoras e promotoras de feiras e eventos, receptivo e transporte executivo.

Junto com 14 entidades do trade, a Secretaria também preparou nesta semana um documento com 26 providências de cunho federal, estadual e municipal, como forma de ordenar e orientar os esforços e a efetividade das propostas. Algumas delas já estão em implementação.

Na manhã desta quarta-feira (18), o Governador João Doria anunciou a abertura de linha de crédito de R$ 500 milhões para os segmentos do Turismo, que atenderá também restaurantes e economia criativa. As condições e as formas de acesso serão estruturadas e anunciadas com a urgência necessária.

'A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo continuará à disposição de todos, alinhada com os esforços para conter a evolução da pandemia e cuidar para que a atividade turística possa voltar brevemente a gerar empregos, renda e desenvolvimento social', disse o secretário de Turismo, Vinicius Lummertz."

Alterado às 17:18
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA