ALTERNATIVO

Bahia e Portugal se unem para recuperar edifícios históricos


Elói Corrêa/GOVBA
Bahia e Portugal se uniram para   a requalificação de Patrimônio Cultural
Bahia e Portugal se uniram para a requalificação de Patrimônio Cultural
Bahia e Portugal se uniram para recuperar prédio e edifícios históricos através do Programa de Requalificação de Patrimônio Cultural Edificado, integrando-o ao programa português Revive. Afim de alinhar as ações de recuperação, o Estado e o país se reuniram na Casa dos Sete Candeeiros, no Centro Histórico, com a presença do vice-governador do Estado e secretário do Desenvolvimento Econômico, João Leão, dos secretários do Turismo, Fausto Franco, e da Cultura, Arany Santana, além de outras autoridades, para discutir as inciativas público-privadas.

“Nós estivemos em Portugal, fazendo uma vistoria do Programa Revive. Lá nós encontramos hotéis maravilhosos funcionando em prédios que estavam abandonados, e aqui nós temos alguns exemplos. Já temos algumas grandes empresas internacionais, especialmente do setor hoteleiro, interessadas. Com isso podemos, em vez de ter despesas para preservar o patrimônio, aumentar a receita, por meio da cessão remunerada, contribuindo ainda para a geração de emprego e renda”, afirmou o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão.

“Portugal hoje é um grande case de sucesso no Turismo. Então, estamos reunindo os governos do Estado e Federal, para que possamos colocar em prática esse exemplo que é pegar os sítios históricos abandonados ou subutilizados e transformá-los em equipamentos turísticos, não só na capital, como também no interior, especialmente no Recôncavo. O Turismo é uma forma muito rápida de gerar emprego e renda, e cabe a nós viabilizarmos essas estruturas para que de fato a iniciativa privada possa tocar esses projetos. Esta reunião hoje é inclusive mais técnica para orientar como é que isso vai acontecer, por meio do governo português, que viabiliza convênios com empresas europeias para financiar esses empreendimentos”, destacou o secretário do Turismo, Fausto Franco.

A iniciativa faz parte de um plano de cooperação entre o governo da Bahia e a Secretaria do Turismo de Portugal, assinado em junho deste ano. O encontro promoverá um conjunto de normas, leis e diretrizes que regulamentem o funcionamento dos setores nos quais agentes privados possam investir na recuperação e gestão de patrimônios edificados, municipais, estaduais e federais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA