Dois novos locais são reconhecidos como Patrimônio das Baleias

|

A Proteção Animal Mundial anunciou que dois novos locais foram reconhecidos como Patrimônio das Baleias: Tenerife-La Gomera, de Tenerife (Espanha), e Dana Point, da Califórnia (Estados Unidos), recebem o título de primeiro Whale Heritage Sites (Local de Patrimônio das Baleias) na Europa e nas Américas, respectivamente. Além dessas localidades, existem apenas dois outros patrimônios das baleias no mundo: The Bluff, na África do Sul, e Hervey Bay, na Austrália.
Divulgação
Para se qualificar como patrimônio, os locais devem oferecer interações responsáveis com os animais silvestres
Para se qualificar como patrimônio, os locais devem oferecer interações responsáveis com os animais silvestres
O objetivo da iniciativa é reconhecer destinos que oferecem a observação responsável e sustentável de baleias e golfinhos selvagens. Dessa forma, é possível oferecer à indústria do Turismo uma maneira de proteger a vida silvestre marinha e ainda apoiar práticas sustentáveis.

Para se qualificar para esta acreditação global, os locais devem atender a critérios pré-definidos que reconhecem seu compromisso com a conservação de cetáceos por meio de interações responsáveis com os animais silvestres. Isso inclui: estimular a coexistência respeitosa entre humano e cetáceos; observar os animais; praticar a sustentabilidade ambiental, social e econômica; pesquisar, educar e conscientizar.

Tenerife-La Gomera é um local conhecido por oferecer aos visitantes a possibilidade de assistir baleias e golfinhos em seu habitat natural. Atualmente, existem 28 espécies de cetáceos encontradas nas águas da ilha - a maioria é sazonal, mas entre as espécies que são residentes locais estão as baleias-piloto de barbatana curta, cachalotes e golfinhos nariz-de-garrafa.

Já Dana Point é chamada de "Capital Mundial da Observação de Golfinhos e Baleias" e é considerada um dos melhores lugares para observar a baleia-azul. A região também conta com uma variedade de baleias o ano todo e é o local com mais golfinhos por quilômetro quadrado em todo o mundo.

"Esses novos locais do patrimônio das baleias são muito importantes na proteção da vida selvagem, pois apresentam uma alternativa viável e sustentável às atividades de entretenimento com animais. Essa conquista também ajuda os operadores turísticos a oferecer uma experiência inesquecível de observação de baleias na natureza e, ao mesmo tempo, proteger o bem-estar da fauna marinha", explica o gerente de vida silvestre da Proteção Animal Mundial no Brasil, João Almeida.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA