Musicais cancelam apresentações em Londres

|


Derks24/Pixabay
Devido ao aumento de casos de covid-19, algumas peças de teatro foram canceladas na cidade
Devido ao aumento de casos de covid-19, algumas peças de teatro foram canceladas na cidade
Menos de um mês após a estreia, a produção do West End de “Cabaret”, estrelada por Eddie Redmayne e Jessie Buckley, foi forçada a adiar pelo menos duas apresentações em Londres. Na última quarta-feira (15), a produção cancelou as exibições de suas matinês e shows noturnos depois que um membro da companhia testou positivo para covid-19. Outras peças de teatro que estavam em cartaz na cidade também foram canceladas ou adiadas. As informações são da Variety.

Os cancelamentos do “Cabaret” ocorrem em meio a um aumento nos casos de covid-19 e da nova variante Ômicron no Reino Unido, com o maior número de casos registrados desde o início da pandemia — 78.610 em 24 horas.

Isso levou a um número significativo de apresentações de teatro sendo adiadas ou canceladas, incluindo "Hamilton" no Victoria Palace Theatre, "O Rei Leão" no Lyceum Theatre e duas peças no National Theatre, "Hex" e "O Incidente Curioso".

“Hamilton” cancelou sua apresentação na noite de quarta-feira (15) seguida por duas apresentações nesta quinta-feira (16), devido a "ausências forçadas pela covid-19". Uma mensagem na conta do Twitter do espetáculo dizia que eles iriam atualizar o mais rápido possível se a apresentação na sexta-feira (17) irá ocorrer.

Enquanto isso, “O Rei Leão” também cancelou todas as apresentações até a manhã de 21 de dezembro, novamente citando “ausências forçadas de membros do elenco e da equipe pela situação da covid-19 em curso”.

Já “Hex”, que é baseado no conto de fadas “A Bela Adormecida”, e “Incidente Curioso” foram cancelados até depois do Natal, com o primeiro sendo reiniciado em 28 de dezembro e o último em 29 de dezembro. O show “Força Maior”, da Donmar Warehouse, foi encerrado na quarta-feira (15) e espera retomar as apresentações em 29 de dezembro.

“Ficamos muito animados para começar a planejar essa nova adaptação de palco e mal podemos esperar para reabrir a produção o mais rápido possível. A segurança de nossos artistas, equipe e público é nossa prioridade e estamos ansiosos para recebê-los de volta após o Natal. Enviamos solidariedade a todos em nossa indústria neste momento”, conclui o diretor artístico da Donmar Warehouse, Michael Longhurst, em um comunicado.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA