EVENTOS

Flórida quer brasileiros além de Miami, Orlando e Lauderdale

Presente na sétima edição da WTM Latin America, o Visit Florida conta com um dos maiores estandes da feira, e não à toa: apenas em 2018, mais de 1,1 milhão de brasileiros visitaram o Estado norte-americano. Apesar do número bastante significativo, a Flórida quer mais, não só turistas como, principalmente, uma maior diversificação de destinos.

Marluce Balbino
Brianna Barnebee, Staci Mellman, Meagan Dougherty (Visit Florida) e Ana Severo (Aviareps)
Brianna Barnebee, Staci Mellman, Meagan Dougherty (Visit Florida) e Ana Severo (Aviareps)
“Mais da metade das pessoas que viajam do Brasil para os Estados Unidos têm a Flórida como destino, porém, quase todas elas seguem para Miami, Orlando ou Fort Lauderdale. Queremos mostrar que o Estado tem muito mais a oferecer aos brasileiros, tendo atrações para pessoas de diferentes nichos, idades e bolsos”, comentou a vice-presidente de Brand do Visit Florida, Staci Mellman.

“Para este ano, temos muitas novidades na hotelaria, com diversas inaugurações de redes renomadas espalhadas por cidades turísticas do Estado, e também nos parques temáticos, que terão novas áreas e atrações relacionadas a grandes marcas como Harry Potter, Star Wars e Lego, por exemplo. Porém, temos inúmeros destinos que estão de braços abertos para receber turistas e gostaríamos que os brasileiros pensassem neles na hora de planejar um roteiro, estendendo a viagem alguns dias para explorar toda a diversidade que a Flórida oferece”, completou a executiva de contas do Visit Florida, Brianna Barnebee.

Alguns dos destinos destacados pelo Visit Florida durante a WTM Latin America são: Daytona Beach, Saint Augustine, Tampa Bay, Saint Pete & Clearwater, Naples, Marco Island, Everglades, West Palm Beach, Fort Myers & Sanibel, Panama City, Florida Keys, Pensacola, entre outros. Atualmente, o Brasil é o terceiro mercado estrangeiro mais importante para o Turismo da Flórida.

Para ler todas as notas e ver mais fotos do evento, clique aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora