Rio receberá torneio de tênis internacional após 20 anos

|

Carlos Magno Figueiredo
A Copa Davis terá confrontos entre Brasil e Alemanha realizados na capital fluminense
A Copa Davis terá confrontos entre Brasil e Alemanha realizados na capital fluminense
A Copa Davis, apoiada pelo governo estadual do Rio de Janeiro por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, terá partidas entre Brasil e Alemanha, realizadas na capital fluminense. Os confrontos, que fazem parte da fase classificatória da competição, serão realizados nos dias 4 e 5 de março, no Centro Olímpico de Tênis, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da capital.

"O retorno da Copa Davis ao Rio de Janeiro demonstra a competência que nosso Estado tem para realizar eventos deste porte e valoriza o esporte no nosso País. Mas, acima de tudo, a escolha do Rio tem uma importância enorme para esse momento de reaquecimento das atividades econômicas e turísticas após o período crítico da pandemia", afirmou o governador Cláudio Castro.

Gustavo Tutuca, secretário de Estado de Turismo, lembra que o Estado do Rio de Janeiro tem tradição em sediar grandes eventos esportivos e que a Copa Davis é mais um ponto favorável para o desenvolvimento do Turismo.

"A Copa Davis tem um público fiel que segue os jogos das etapas classificatórias nos países onde elas acontecem. No Rio de Janeiro ela acontecerá em março, quando a movimentação turística da alta temporada tende a ter uma redução, por conta do fim das férias escolares. O evento esportivo será de extrema importância para a cadeia do Turismo", explicou.

O secretário destaca ainda que os eventos são de fundamental importância não apenas no período em que são realizados. "Os visitantes que se dirigem às cidades sede dos eventos aproveitam a oportunidade para conhecer os atrativos turísticos dos destinos e passam a ser divulgadores desse potencial. Nada mais respeitável do que a propaganda, que desperta o desejo e a curiosidade de viajar", completou Tutuca.

A Copa Davis, organizada pela Federação Internacional de Tênis (ITF), é disputada anualmente entre nações em sistema eliminatório. O Rio de Janeiro foi escolhido por apresentar as condições técnicas solicitadas com quadras de saibro e abertas. Já o Centro Olímpico foi eleito porque será uma oportunidade inédita de um evento deste porte ser realizado pela primeira vez no local após os Jogos Olímpicos de 2016.

A última partida da Copa Davis realizada no Rio de Janeiro foi em 2002, entre Brasil e Canadá.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA