Infinity Falls: tudo sobre a nova atração do Sea World Orlando | Parques temáticos | PANROTAS
PARQUES TEMÁTICOS

Infinity Falls: tudo sobre a nova atração do Sea World Orlando

Leonardo Ramos
Famílias inteiras podem ir juntas na nova atração do Sea World
Famílias inteiras podem ir juntas na nova atração do Sea World
A aposta do Sea World Orlando tem sido em adrenalina. Novas montanhas-russas, como a Mako, e renovação de antigas, como a Kraken, com a introdução da realidade virtual, aconteceram nos últimos anos, todas com o tema no mundo animal dentro d'água, proposta histórica do parque.

E a mais nova abertura, embora não seja uma montanha-russa, não apenas manteve esses dois enfoques como bateu um recorde. A Infinity Falls, atração de corredeiras inaugurada nesta semana e composta por um longo rio turbulento seguido de uma descida em uma espécie de cachoeira, ganhou a marca de queda mais alta dentro do tipo de atração em que está englobada.

O Portal PANROTAS esteve entre os convidados para conhecer o novo espaço do Sea World, passando por toda experiência de corredeiras atrás de corredeiras antes da queda principal, de onde se sai completamente ensopado.

Confira abaixo a análise, além de dicas para aproveitar melhor e os detalhes que mais chamaram a atenção.

FAMÍLIA, TEMÁTICA DA AMAZÔNIA E ADRENALINA

Toda a aventura proposta pelo Infinity Falls pode ser dividida em duas partes principais. A primeira é o percurso de corredeiras, que ocupa o maior espaço de tempo e conta com maiores detalhes de ambientação, além de inúmeras pequenas quedas que vão molhando os ocupantes durante o caminho. A segunda, merecedora do destaque principal, é a descida final do trajeto, com uma velocidade que faz valer a pena sair de lá todo molhado.


Leonardo Ramos
São cinco minutos de fortes corredeiras antes da queda final
São cinco minutos de fortes corredeiras antes da queda final

Mas partindo do princípio, a primeira surpresa ao chegar na atração, que fica ao lado da montanha-russa Mako, foi o tipo de embarcação que nos levaria rio a dentro. A capacidade para oito pessoas do bote redondo permite que famílias inteiras e grupos de amigos se divirtam juntos na aventura, cara a cara. O design apresenta temas e decoração customizados nas fontes de águas cristalinas encontradas em expedições de rafting, exatamente o esporte que motivou a atração.

Após entrar e colocar os cintos de segurança, se inicia a jornada. As margens em volta do rio por todo o percurso são repletas de árvores típicas de florestas tropicais , simbolizando a fonte de inspiração para a corredeira - a Floresta Amazônica, que faz da atração a primeira do parque a ir além dos ambientes marítimos para adentrar na temática dos rios de água doce.

O rio, porém, embora rico em detalhes que te colocam dentro do cenário amazônico, é adaptado para que a adrenalina esteja sempre presente: descidas, curvas rápidas e sinuosas, correntezas fortes e jatos d'água caindo a todo momento entre os visitantes cumprem bem o papel de tornar a atração radical o suficiente para o atual momento do Sea World, onde a adrenalina é regra.

Leonardo Ramos
Pequenas quedas acontecem durante todo percurso
Pequenas quedas acontecem durante todo percurso
E o que impressiona mesmo é o tempo de duração. São cinco minutos no rio que circula por todo o parque, passando por inúmeras pontes de onde boas fotos podem ser tiradas por amigos e parentes que não estão juntos na atração.

A dica é levar o celular (é permitido neste brinquedo) dentro de uma capinha impermeável, que pode ser levada de casa ou comprada nas lojas do Sea World. Tirar fotos e filmar todo o trajeto é uma das boas possibilidades do Infinity Falls, inclusive na queda final - apenas segure bem e garanta que o celular esteja bem protegido da água.

A SUBIDA


Leonardo Ramos
Um elevador te leva para a altura de 12 metros antes da queda
Um elevador te leva para a altura de 12 metros antes da queda
Uma das coisas mais curiosas da novidade do Sea World é como se chega ao seu ápice, o topo do brinquedo, de onde acontecerá a queda final. Ao contrário de outras atrações do tipo, que levam as pequenas embarcações em trilhos - isso inclui a Atlantis, atração do parque que mais se assemelha à nova queda -, o Infinity Falls conta com um enorme elevador, que leva bote atrás de bote para o ponto crucial da aventura.

E apenas nesse momento se chega na altura que fez da atração recordista global: são 12 metros, a maior do mundo para atrações de corredeira.

E A QUEDA

Leonardo Ramos
E, enfim, a esperada queda. Ela acontece no mesmo instante em que se chega ao seu topo, e em poucos segundos você percorre a “cachoeira” com o bote. No final dela, o impacto com a água é de tamanha força que uma onda é formada, caindo toda sobre os visitantes - não há muita escapatória, assim como tradicionalmente são os brinquedos do tipo, quem vai na Infinity Falls deve estar preparado para sair molhado da cabeça aos pés.

Mas se por um lado a altura seja considerável, permitindo até a vista de boa parte do parque, a descida não é extremamente veloz. Diferente da Atlantis, onde a queda é rápida o suficiente para que visitantes se sintam dentro de uma montanha-russa, a Infinity Falls conta com uma descida menos íngreme e um pouco mais tranquila, permitindo que famílias com crianças menores consigam ir sem preocupação - comportar oito pessoas juntas ajuda nisso.

Por fim, vale destacar que uma ponte fica exatamente no ponto em que o bote finaliza a descida, e de lá ótimas fotos podem ser feitas de parentes e amigos no momento de maior adrenalina da atração.

Leonardo Ramos
Uma onda enorme é formada ao final da aventura; da ponte (foto), boas fotos podem ser tiradas
Uma onda enorme é formada ao final da aventura; da ponte (foto), boas fotos podem ser tiradas

VALE A PENA?

Para qualquer pessoa que curta adrenalina em corredeiras similares ao rafting, e quedas onde se molhar é o foco, vale. A descida não ser a mais rápida do parque faz apenas com que um novo tipo de público seja atingido, como crianças pequenas que não têm acesso aos atrativos de maior adrenalina do Sea World Orlando, com limites maiores de altura.

Isso sem falar do tempo de diversão e os detalhes do entorno, que permitem uma imersão completa. O Infinity Falls traz assim uma experiência diferente, ainda não vista no Sea World, e que permite a diversas idades e tamanhos uma aventura, com o diferencial de poder ser compartilhada entre os grandes grupos que vão aos parques de Orlando dentro de um único bote.

Leonardo Ramos
O Portal PANROTAS viaja a convite do Sea World Parks
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA