PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

São Paulo e Buenos Aires lideram ranking de vendas da Decolar

São Paulo e Buenos Aires foram as cidades que lideraram o ranking de destinos mais vendidos da Decolar em setembro. A capital paulista apareceu na primeira posição de todas as origens, exceto na lista que analisa as viagens partindo da própria cidade.

Caio Pimenta/SPTuris
São Paulo liderou entre os destinos nacionais
São Paulo liderou entre os destinos nacionais

No levantamento de agosto, o destino também ocupou a liderança, o que demonstra o interesse do viajante pelas múltiplas atrações oferecidas pela cidade, que também é o principal polo executivo e financeiro do Brasil.

“O Turismo em São Paulo está cada vez mais atrativo para viajantes vindo de diferentes origens, seja pela cena cosmopolita que a capital paulistana oferece, pelo apelo de negócios ou até mesmo pelas variadas opções de cidades próximas com roteiros que vão de belas praias ao campo”, afirma o diretor-geral da Decolar, Alexandre Moshe.

Além de São Paulo, durante setembro, destinos como Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza e Recife também ganharam a preferência dos viajantes nacionais. Maceió, Curitiba e Porto Alegre completam a lista dos oito destinos nacionais preferidos pelos brasileiros.

Divulgação
Em relação aos destinos internacionais, Buenos Aires foi a única cidade que figurou em todas as listas dos embarques das quatro cidades brasileiras. “Seja pela vasta opção de roteiro cultural, pela proximidade ou até mesmo pela desvalorização do peso argentino, Buenos Aires tem crescido na preferência do brasileiro, que consegue uma ótima relação de custo-benefício ao embarcar rumo à capital do tango”, diz o executivo da Decolar.

O levantamento também revelou que destinos nos Estados Unidos seguem em posições de destaque. Flórida (Miami e Orlando), além de Nova York, segue na preferência dos brasileiros.

Divulgação
O estudo elegeu as cidades de acordo com o volume de viagens de passageiros oriundos de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Salvador, durante o mês anterior ao levantamento.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA