São Francisco tem queda de 61% no número de visitantes em 2020

|

PANROTAS / Danilo Teixeira Alves
São Francisco registrou um total de 10,2 milhões de visitantes na cidade em 2020, uma queda de 61% em relação a um recorde de 26,2 milhões em 2019. O gasto total dos visitantes foi de US$ 2,3 bilhões, 77,7% abaixo de um recorde de US$ 10,3 bilhões em 2019, incluindo gastos com reuniões e convenções. As informações são da San Francisco Travel, na primeira conferência de marketing totalmente virtual do órgão.

“Após dez anos consecutivos de resultados recordes para a indústria do Turismo de São Francisco, 2020 foi um ano devastador. Os resultados de 2020 são decepcionantes. No entanto, há luz no fim do túnel. Nossa pesquisa de mercado mostra que há uma enorme demanda reprimida por viagens em todo o mundo. Esperamos que a demanda no mercado doméstico se recupere primeiro, seguida por mercados individuais no exterior. Esperamos ver melhorias consistentes no futuro durante uma recuperação de vários anos até voltarmos aos níveis de 2019”, afirmou o presidente e CEO da San Francisco Travel, Joe D'Alessandro.

AEROPORTO

O Aeroporto Internacional de São Francisco (SFO) atendeu um total de 16,4 milhões de passageiros, queda de 71,4% em relação aos 57,5 milhões em 2019. O tráfego internacional caiu 78,7% de 2019 a 2020.

OCUPAÇÃO HOTELEIRA

“As diárias dos quartos consumidos pelos delegados que participaram das convenções do Moscone Center totalizaram 121 mil, uma queda de 87,5% em relação ao ano anterior. Trazer de volta os negócios das convenções para a cidade é uma das nossas principais prioridades para o próximo ano”, disse D'Alessandro.

A ocupação média dos hotéis usando os números de pernoites pré-covid foi de 27,2% em 2020, 67,2% abaixo de 2019, enquanto a taxa diária média foi de US$ 206,11, uma redução de 24,5%.

VISITANTES INTERNACIOANIS

Os visitantes internacionais representaram 20,2% do volume de visitantes ante 28,3% no ano anterior. São Francisco recebeu 570 mil visitantes internacionais em 2020, queda de 80,7% em relação aos 2,9 milhões em 2019. Os cinco principais mercados para volume de visitantes em 2020 foram México, Canadá, Reino Unido, China e Índia.

Os visitantes internacionais gastaram US$ 829 milhões em São Francisco, 83,8% abaixo dos US$ 5,1 bilhões em 2019. Os cinco principais mercados para gastos do visitante em 2020 foram México, China, Índia, Reino Unido e Canadá.

IMPACTO ECONÔMICO

Os gastos diários dos visitantes equivaleram a US$ 5,8 milhões, uma queda de 77,9% dos US$ 26,2 milhões em 2019. O visitante médio gastou US$ 207,91 por dia, uma queda de 43% dos US$ 364,94 em 2019. Os participantes da convenção gastaram uma média de US$ 182,26 por dia, uma queda de 68,8% dos US$ 584,32 em 2019.

O número de empregos sustentados pelo Turismo em São Francisco caiu para 20.880 de 86.111 em 2019, um declínio de 75,8%.

Houve uma média de 27.911 visitantes em São Francisco a cada dia, uma queda de 61,1% em relação aos 71.805 em 2019.

A indústria do Turismo gerou US$ 273,4 milhões em impostos e taxas para a cidade de San Francisco em 2020, uma queda de 66,6% em relação aos US$ 819,7 milhões em 2019. Os principais contribuintes para esse valor incluem imposto sobre hotéis (43,6%) e imposto sobre a propriedade (33,1%).

Em uma base per capita, os visitantes gastaram US$ 2.359,00 por residente em São Francisco, em comparação com US$ 10.820 em 2019. Em 2020, os visitantes geraram US$ 732 em impostos por família em São Francisco, abaixo dos US$ 2.198 no ano anterior.

“O turismo tem sido a potência econômica de nossa cidade há anos, proporcionando uma fonte crítica de receita tributária para nossa comunidade. Esses dólares nos permitem garantir empregos e financiar serviços locais vitais - professores, bombeiros, apoio a populações vulneráveis, saúde e segurança e muito mais. Agora que estamos vacinando rapidamente milhares de pessoas todos os dias, precisamos continuar nossos esforços para reabrir empresas, colocar os residentes de volta ao trabalho e começar a receber visitantes. Isso é fundamental para nossa recuperação econômica e o futuro de nossa cidade”, disse o prefeito de São Francisco, London Breed.

FUTURO

A San Francisco Travel espera que a situação melhore gradualmente no futuro. Prevê-se que a visitação geral à cidade chegue a 15,3 milhões em 2021. Os gastos gerais dos visitantes devem crescer de US$ 2,1 bilhões em 2020 para US$ 3,5 bilhões em 2021. A visitação total deve retornar aos níveis pré-pandêmicos em 2023. Os gastos não voltarão aos níveis de 2019 antes de 2025 devido a uma recuperação mais lenta de visitantes internacionais na cidade.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA