TURISMO

Veneza poderá banir turistas 'mal educados' por até 6 meses

Flickr/Hernán Piñera

A prefeitura de Veneza aprovou ontem (12) um regulamento que prevê o banimento de turistas e trabalhadores irregulares que violem o "decoro" da cidade. Segundo informações da Ansa, a medida visa conter o crescente descontentamento dos moradores locais com as visitas em massa (o overtourism ou excesso de visitantes).

O projeto, que ainda será votado pelo Conselho Municipal, prevê multas de 100 a 300 euros para quem cometer ações que "limitem a livre acessibilidade e usabilidade das infraestruturas ferroviárias, aeroportuárias, marítimas, bem como do transporte público". E não para por ai: os infratores podem ser banidos por 48 horas e, em caso de reincidência, a pena pode chegar a seis meses.

Dentre as normas estabelecidas, serão consideradas infrações os atos de urinar em vias públicas, fazer piqueniques no meio das ruas, sentar ou deitar nos degraus das pontes e pular ou mergulhar os pés nas águas dos canais. O regulamento também proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nas ruas das 19h às 8h do dia seguinte.

Apesar disso, o projeto não prevê medidas que protejam os turistas de ações abusivas, como a prática de pegar as bagagens de viajantes na escada para forçá-los a darem gorjetas. De acordo com a prefeitura, o projeto visa assegurar o bom estado da infraestrutura da cidade e bem-estar de seus moradores. Já os turistas...


*Fonte: Ansa

conteúdo original: https://bit.ly/2LdSqyb
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA