TURISMO

Secretaria de Turismo do Rio se muda para o Maracanã


Marluce Balbino
Otávio Leite e Wilson Witzel
Otávio Leite e Wilson Witzel
O governador Wilson Witzel assinou, nesta sexta-feira (12/04), o contrato de permissão de uso do Complexo Maracanã com Flamengo e Fluminense, que farão a gestão do estádio e do ginásio do Maracanãzinho. Durante a cerimônia, que aconteceu no Palácio Guanabara, foi anunciada a transferência de sede da Secretaria de Estado de Turismo, comandada por Otávio Leite, para o complexo esportivo.

A ida da secretaria para o Maracanã acarretará uma economia de R$ 2 milhões por ano para os cofres públicos. A previsão é que a mudança comece no início de maio. Para o secretário de Estado de Turismo, Otavio Leite, além da economia, a mudança será uma excelente oportunidade de divulgar o interior aos milhares de visitantes do estádio.

"Vamos sair de um aluguel de R$ 2 milhões por ano para uma locação que será própria do Estado. Outro fator importante é o contato permanente com o mais de 190 mil turistas que visitam o Maracanã independentemente dos jogos. Será a ocasião perfeita para mostrar as belezas e peculiaridades do interior e da capital a estes visitantes", destaca Leite.

"O Maracanã recebe muitos turistas, inclusive advindos de torneios da Conmebol, que comparecem ao estádio para verem seus times jogarem. Faremos parcerias com países vizinhos que consistirá na troca de divulgação dos atrativos turísticos, e a Setur-RJ está incluída neste processo", explicou o governador Witzel.

A cerimônia, no Palácio Guanabara, reuniu, também, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, o do Fluminense, Pedro Abad, além dos secretários estaduais da Casa Civil e Governança, José Luiz Zamith, de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier. Sobre a gestão, o contrato é válido por 180 dias e renovável por mais 180 dias, a administração será compartilhada entre os dois clubes, que assumirão o complexo a partir do dia 19 de abril.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA