ECONOMIA E POLÍTICA

Parques nacionais do Brasil recebem 10,7 mi de visitantes

Divulgação/Embratur
Chapada dos Veadeiros, em Goiânia
Chapada dos Veadeiros, em Goiânia
As unidades de conservação brasileiras registraram um número recorde de visitantes em 2017, segundo números divulgados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade ICMBio).

O presidente da entidade, Ricardo Soavinski, apontou que 10,7 milhões de pessoas visitaram atrativos naturais no ano que passou, alta de 20% em relação a 2016. É preciso entender que, para desenvolver o turismo nas unidades de conservação, precisamos primeiro criar condições de o turista chegar até elas por meio de estradas e aeroportos, mas nem sempre temos essa infraestrutura”, apontou ele, em tom de crítica.

Ainda segundo ele, os parques naturais estarão mais fortalecidos com a criação de um fundo com recursos de compensações ambientais criado por Medida Provisória. O ICMBio estuda, atualmente, a concessão de serviços públicos em 18 parques nacionais.

O tão falado potencial turístico do Brasil também respinga em seus parques nacionais. De acordo com estudo do Fórum Econômico Mundial, o País ocupa a primeira locação em atrativos culturais diante de 136 competidores globais.

Embora o fato seja motivo de comemoração, os Estados Unidos registraram mais de 300 milhões de visitantes em seus parques nacionais ao longo de 2017. Essa métrica é usada pelos representantes da área como comparativo para avançar na visitação nos próximos anos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA