Morre Paulo Gaudenzi, do Turismo da Bahia

|


Emerson Souza
Paulo Gaudenzi
Paulo Gaudenzi
Faleceu esta tarde, em Salvador, Paulo Gaudenzi, aos 74 anos, um dos nomes mais respeitados da política do Turismo. Gaudenzi sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) por conta de complicações renais. Ele foi secretário de Turismo da Bahia e presidente da Bahiatursa no auge do destino, quando o Estado se sobressaía isolado entre os destinos do Nordeste (hoje já sofre concorrência direta de vários outros produtos).

O velório acontece a partir das 8h no Cemitério Jardim da Saudade, nesta terça-feira (5), e o sepultamento às 16h.

Gaudenzi também criou a Salvador Destination, trabalhou com Guilherme Paulus no relançamento do Hotel da Bahia (como Sheraton) e era consultado por destinos e órgãos de Turismo em todo o Brasil e Exterior.

“Paulo Gaudenzi foi um grande nome para o turismo da Bahia. Um gestor que se dedicou a propagar nossas belezas naturais para o Brasil e o mundo. Estamos todos muito tristes com esta partida”, disse o atual presidente da Bahiatursa, Diogo Medrado, em nota oficial.

REFERÊNCIA NO SETOR

Paulo Gaudenzi era Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Bahia e Licenciado em História pela Universidade Católica de Salvador. Foi por 12 anos secretário de Cultura e Turismo da Bahia, durante os governos Antonio Carlos Magalhães e Paulo Souto, sendo responsável por desenvolver e implantar o plano estratégico do Turismo no Estado, nos anos de 1980 e 1990, levando a Bahia ao topo do Turismo nacional. Presidiu ainda a Empresa de Turismo da Bahia (Bahiatursa) e foi também um dos responsáveis pela criação da Promoexport, no final de 1970, sistema que objetivava a promoção e incremento das atividades de exportação da região, e por presidir, durante o Governo Roberto Santos, a empresa criada para construir e gerir o Centro de Convenções da Bahia, inaugurado em 1979.

Em 2006, Paulo Gaudenzi mudou-se para São Paulo, onde passou quatro anos prestando consultoria a diversos estados e prefeituras, sendo responsável pelo Plano Emergencial de Turismo para Fortaleza e pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento Turístico de Natal (Rio Grande do Norte). Em 2011, voltou à Bahia para liderar o projeto de reforma e modernização do Hotel da Bahia, onde permaneceu até 2018.

Em 2013, participou da criação da Salvador Destination, associação criada para promover e divulgar Salvador no segmento de eventos, sendo seu presidente por quatro anos. Também foi vice-presidente da ABIH por dois mandatos e da Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI-NE). Ao longo da carreira, Paulo Gaudenzi publicou cinco livros e proferiu mais de 150 conferências e palestras no País e no mundo. Paulo deixa três filhos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA