DISTRIBUIÇÃO

OTAs ultrapassam site próprio dos hotéis em venda de diárias

Divulgação Expedia
OTAs crescem, enquanto sites próprios e vendas diretas caem na hotelaria nacional
OTAs crescem, enquanto sites próprios e vendas diretas caem na hotelaria nacional

Cada vez mais as agências de viagens on-line, ou apenas OTAs, crescem em relevância no mercado hoteleiro nacional. Uma pesquisa divulgada nesta semana pelo Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb) apontou que, no ano de 2017, 18% de todas as diárias de hotéis vendidas foram via alguma OTA, uma alta de cinco pontos percentuais contra 2016, quando esse share era de 13% - ou, ainda, de dez pontos percentuais em cinco anos, já que em 2012 tal porcentagem era de apenas 8%

LEIA MAIS
Distribuição hoteleira passa por momento de transição; entenda
Hotéis independentes: a importância de multiplicar os canais de vendas
A segmentação dos negócios pode transformar a distribuição hoteleira; veja como

Isso fez com que a distribuição via agências on-line ultrapassasse, pela primeira vez, as vendas dos sites diretos de empresas hoteleiras, que representaram apenas 16% em 2017. Trata-se de uma queda de três pontos percentuais contra 2016, e de nove pontos percentuais contra 2012, quando os sites próprios eram responsáveis por 25% de toda distribuição hoteleira nacional.

Em números, do total de 16,19 milhões de diárias reservadas no ano, de acordo com dados do Fohb, as OTAs venderam 2,9 milhões de diárias hoteleiras em 2017, enquanto os sites representaram pouco menos de 2,6 milhões de noites vendidas.

Para a pesquisa, a Fohb contou com uma amostra de 567 empreendimentos e 102.764 unidades habitacionais (UHs) de 18 de suas redes associadas, correspondendo a 83% da oferta de empreendimentos da entidade.

BOOKING.COM NO TOPO

Três agências de viagens on-line dominam 91% do mercado nacional de distribuição hoteleira via OTAs. Disparado no topo está a Booking.com, que corresponde a 60% de todas as diárias vendidas por agências on-line; em sequência aparecem a Expedia (25%) e Decolar.com (6%).

VENDAS DIRETAS CAEM, MAS SEGUEM NA LIDERANÇA

As vendas diretas dos hotéis, realizadas na recepção do hotel com o cliente final ou recebidas pelo departamento de reservas da propriedade, seguem dominando o share nacional de distribuição hoteleira. No ano passado, elas foram responsáveis por 30% das diárias, algo em torno de 4,85 milhões de noites vendidas.

Isso, porém, representa uma queda de cinco pontos percentuais contra os 35% de 2016. É também a primeira vez que o share de vendas diretas das propriedades fica abaixo destes 35% desde 2012.

As vendas via GDS cresceram pouco, passando de 11% para 12%, mas ainda ficam abaixo dos anos de 2012 a 2014, quando o share ficou entre 15% e 16%.

Aparecem ainda com share considerável de vendas na pesquisa da Fohb os Intermediários com distribuição eletrônica, com 10% (agências, operadoras e consolidadoras que compram via canais digitais); Grupos e Eventos (9%) e Central de Reservas (5%)

Confira na tabela abaixo a movimentação na distribuição hoteleira nacional nos últimos cinco anos:

Reprodução Fohb
OTAs passam de 8% para 18% em cinco anos; sites próprios e vendas diretas das propriedades caem
OTAs passam de 8% para 18% em cinco anos; sites próprios e vendas diretas das propriedades caem
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA