Conheça o hotel onde Trump e Kim Jong-Un fizeram história

|

Reprodução/Instagram @capellasin
Os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, Donald Trump e Kim Jong-Un, protagonizaram um dos encontros diplomáticos mais esperados dos últimos tempos no início desta semana, quando ficaram frente a frente em Singapura. O hotel escolhido para entrar na história da geopolítica internacional foi o Capella da ilha de Sentosa, mas por quê?

Como já era de se esperar, a segurança foi um dos principais fatores levados em consideração antes da definição do local do encontro entre os líderes de Estado. Por ficar em uma ilha, o hotel conta com excelentes condições para o desenvolvimento de táticas de segurança, como limitação de vias de acesso e proteção do espaço aéreo contra drones.

Vizinho dos campos de golfe Tanjong e Serapong, e de frente para a praia Palawan, o hotel construído em estilo colonial possui 112 quartos com diárias que vão de US$ 500 a US$ 7,5 mil. Todo o complexo, que também disponibiliza mansões privativas, vilas, restaurantes, piscinas e spa, está em uma área de cerca de 30 acres que também é habitada por famílias de pavões;

Além de Donald Trump e Kim Jong-Um, o hotel cinco estrelas inaugurado em 2009 já recebeu outras personalidades internacionais, como as cantoras Madonna e Lady Gaga. Todos os seus quartos já estão reservados até o final de julho.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA