Accor estabelece cronograma para abertura de novos hotéis

|

Divulgação
JO&JOE Largo do Boticário, no Rio de Janeiro
JO&JOE Largo do Boticário, no Rio de Janeiro
A Accor está começando o ano com uma perspectiva de desenvolvimento e agenda de inaugurações de novos hotéis na América do Sul e no mundo, com o SLS Puerto Madero (Argentina), Novotel Santa Cruz (Bolívia) e JO&JOE Largo do Boticário (Brasil), entre outros.

A categoria de lifestyle deve ser um dos segmentos mais importantes do grupo nos próximos anos, com o número de inaugurações de hotéis previsto para triplicar até 2023. Estilo de vida representa, atualmente, cerca de 5% da receita anual e 25% do pipeline de desenvolvimento da empresa por valor.

A joint venture recentemente anunciada com a Ennismore, com fechamento previsto para o segundo trimestre de 2021, contribuirá para uma plataforma diversificada e com novas propriedades abrindo as portas, incluindo o Mondrian Shoreditch London, o JO&JOE Vienna Westbahnhof, o SO/Sotogrande Resort & Spa, o SLS Dubai e o 25hours Dubai.

A rede destaca que sua capacidade financeira, alcance mundial e portfólio de marcas ajudaram a mantê-la em uma posição favorável para enfrentar os desafios de 2020, assim como as capacidades de desenvolvimento e modelo organizacional permitiram que a companhia se concentrasse em fornecer suporte e serviços aos seus proprietários, desenvolvedores e parceiros.

"Do ponto de vista empresarial, a América do Sul é uma região muito importante para a Accor, onde somos líderes de mercado, com 390 hotéis em network e um pipeline com 99 hotéis. Já do ponto de vista turístico, a região é um mercado com grande potencial de crescimento no Turismo de lazer, com belezas naturais únicas. Por esse motivo, estamos focados em dar continuidade ao nosso plano de expansão na região, que ainda tem muito espaço para novos hotéis e excelentes opções de investimentos, e para isso esperamos contar com nossos parceiros e investidores", afirma o CEO na América do Sul, Thomas Dubaere.

Divulgação
Projeto do Fairmont Windsor, na Inglaterra
Projeto do Fairmont Windsor, na Inglaterra
O segmento de luxo da Accor também trará novidades neste ano com o Banyan Tree Doha, no Qatar, e as inaugurações do Raffles em Udaipur e Jeddah. A marca Fairmont verá a inauguração do Fairmont Century Plaza, em Los Angeles, junto com o Fairmont Windsor, na Inglaterra, o Carton House, um hotel administrado pela bandeira em Dublin, o Fairmont Ramla Riyadh, o Fairmont Ambassador Seoul e Fairmont Tagazhout Bay, em Marrocos. Já o Sofitel chegará a novos destinos, incluindo Seul, Hangzhou e Adelaide.

As oportunidades de conversão também se apresentaram no ano passado e continuarão a ser um impulsionador de crescimento em 2021. Em todo o portfólio de marcas do grupo, as líderes em oportunidades de conversão são: The House of Originals (Luxo), MGallery (Upper Premium), Mövenpick (Premium), Grand Mercure (Premium), Mercure (Midscale), ibis Styles (Economy) e greet (budget). Essas sete marcas respondem por 43% do pipeline de abertura da Accor nos próximos cinco anos.

O MGallery, por exemplo, dará as boas-vindas a vários novos hotéis em locais estratégicos neste ano, como Orchard Hills Residences Singapore - MGallery, The Silveri Hong Kong - MGallery e The Porter House Hotel - MGallery em Sydney, Austrália.

Além disso, é previsto que todas as novas propriedades da empresa sejam inauguradas em total conformidade com o selo de higiene e sanitização ALLSAFE, criado pelo grupo para garantir protocolos de saúde e segurança a hóspedes e funcionários.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA