ABR capacita agentes no Casa Grande Hotel e comemora crescimento | Mercado | PANROTAS
MERCADO

ABR capacita agentes no Casa Grande Hotel e comemora crescimento

Marcel Buono
O presidente da ABR, Alberto Cestrone, ao lado do vice-presidente da associação e diretor Comercial do Casa Grande Hotel, Sérgio Souza
O presidente da ABR, Alberto Cestrone, ao lado do vice-presidente da associação e diretor Comercial do Casa Grande Hotel, Sérgio Souza
A Associação Brasileira de Resorts (ABR) realizou entre sexta (8) e sábado (9) seu primeiro Resorts Educacional, um workshop voltado para agentes de viagens, que substitui o antigo programa chamado Especialistas em Resort. Sediado no Casa Grande Hotel, no Guarujá (SP), o evento também serviu para anunciar os números do mercado no primeiro trimestre de 2018, que foram bastante positivos em relação ao ano passado.

“Estamos comemorando nosso primeiro workshop educacional de 2018. A gente sabe muito bem que os agentes de viagens são um dos principais vendedores de resorts no Brasil, então é muito importante que a gente promova esse tipo de aproximação, para os agentes saibam tudo o que os resorts têm a oferecer e, assim, possam mostrar toda a qualidade do serviço aos seus clientes”, declarou o presidente da ABR, Alberto Cestrone.

Nos três primeiros meses do ano, a taxa de ocupação média dos resorts brasileiros analisados pela ABR em conjunto com o Senac-SP foi de 74,4%, o que representou um acréscimo de 10,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Dentro do período avaliado, janeiro foi o mês de maior destaque, com 82,1% de ocupação.

O desempenho dos resorts também foi positivo em relação às receitas. O Revpar médio apresentou crescimento de 10,17%, alcançando o valor de R$ 1.059,33, enquanto o Trevpar registrou valor médio de R$ 787,92, representando um aumento de 28,76% em comparação com o primeiro trimestre de 2017.

TURISMO NO BRASIL
“Com a retração da economia nacional, os viajantes perceberam que as opções brasileiras proporcionam experiências altamente diferenciadas e todos esses ótimos números confirmam que nossas expectativas de retomada dos resorts são reais”, comentou Cestrone.

A pesquisa realizada pela ABR também revelou que os resorts receberam 2,42 hóspedes por unidade habitacional no primeiro trimestre de 2018, superando os 2,3 de 2017. Ao mesmo tempo, os dados indicaram maior rentabilidade na venda por pessoa, resultando em uma receita média por hóspede de R$ 438,34.

“Aos hoteleiros, fica a tarefa de estudar os números e compará-los com suas próprias realidades. É preciso continuar investimentos em instalações, tecnologia, serviços e atendimento de alto padrão para oferecer, cada vez mais, exclusividade aos hóspedes, fortalecendo o setor como um todo”, recomendou o presidente da ABR.

O evento de dois dias realizado no Litoral Sul de São Paulo contou com cerca de 50 agentes de viagens e 15 resorts associados. Na manhã deste sábado, uma rodada de negócios foi promovida antes do almoço de confraternização, quando todos provaram a famosa feijoada do Casa Grande Hotel.

“Esse tipo de evento é fundamental para que o agente possa entender as principais informações em relação aos produtos oferecidos e, mais que isso, possa fortalecer relacionamentos e estabelecer um canal direto com os resorts. Mesmo na era da Internet, o olho no olho ainda é o diferencial para o negócio”, disse Monique do Amaral Soares, consultora de viagens participante do Resorts Educacional.

Veja as fotos do evento:
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA