Marriott irá expandir 70% do portfólio residencial até 2022

|

Ritz-Carlton Residences
Ritz-Carlton Residences, em Washington DC
Ritz-Carlton Residences, em Washington DC

A Marriott International anunciou que seu portfólio residencial deverá crescer mais de 70% em quatro anos, já que tanto os consumidores quanto os empreendedores imobiliários residenciais procuram casas afiliadas a suas marcas.

"À medida que o número de compradores de condomínios residenciais cresce globalmente, as marcas mais conhecidas da Marriott International estão prontas para recebê-las 'em casa' e oferecer uma experiência distinta", afirmou o vice-presidente executivo e global de Desenvolvimento da Marriott International, Tony Capuano.

O grupo ainda destaca ser a maior empresa residencial do setor de hospedagem. Com quase 90 projetos residenciais já abertos, a empresa possui um pipeline de mais de 60 projetos assinados e aprovados adicionais em locais que vão desde destinos de resorts a cidades de passagem. Apenas no ano passado, a empresa assinou 13 novos projetos residenciais.

MARCAS DE LUXO LIDERAM
Ressaltando a demanda pelo estilo de vida de luxo, a marca Ritz-Carlton da Marriott International continua a ser a mais requisitada da empresa para residências de marca. Ao todo são 35 projetos abertos e 15 em carteira. O St. Regis, por sua vez, está ganhando força com 12 aberturas e outros 12 na fila. Até 2022, cerca de 70% das propriedades residenciais da empresa devem envolver uma das marcas de luxo.

As projeções de crescimento futuro, no entanto, mostram que esse segmento não é mais apenas para os que procuram o luxo. Cerca de 30% do pipeline residencial da Marriott International tem marcas premium de luxo, como Marriott Hotels, Sheraton, Westin e Autograph Collection.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA