MERCADO

Novo projeto hoteleiro de Cartagena terá marca Decameron


Divulgação/Grupo Decameron
Novus Civitas e Grupo Decameron são responsáveis pelo desenvolvimento do projeto
Novus Civitas e Grupo Decameron são responsáveis pelo desenvolvimento do projeto
O Grupo Decameron confirmou que será ele o responsável pela gestão do primeiro hotel inaugurado no complexo La Ciudad Soñada, em Cartagena, no litoral colombiano. Pensado para funcionar no sistema all inclusive e com bandeira premium, o empreendimento reúne investimentos de aproximadamente 200 bilhões de pesos colombianos (cerca de R$ 241 milhões) e está numa área de 11 hectares.


A companhia hoteleira e o grupo Novus Civitas serão os responsáveis pelo desenvolvimento e construção do projeto. O hotel vai contar com 400 quartos e fica em frente à praia em Manzanillo del Mar, na zona Norte de Cartagena. Entre os destaques sublinhados pelos desenvolvedores estão aspectos como design e as múltiplas opções gastronômicas e de lazer. São quatro restaurantes e variados ambientes com serviços do conceito wellness e bem-estar. As famílias, casais e grupos de amigos são o público desejado pelos empresários.

O presidente do grupo Decameron, Fabio Villegas, comenta que ideia é ter um hotel com conceito complementar ao visto em outras unidades do grupo. "Em Serena del Mar encontramos o lugar perfeito para desenvolver um refúgio no meio da natureza, que evoca a magia de Cartagena e que permite às pessoas desfrutarem a poucos minutos da cidade Amuralhada e suas atrações", afirma. Ainda de acordo com o executivo, a novidade colombiana é uma aposta importante para auxiliar e projetos futuros da empresa.

Segundo o presidente da Novus Civitas, Rafael Simón del Castillo, a unidade foi projetada especialmente para atender à crescente demanda turística da cidade e será complementado por outras mais quatro propriedades de outras marcas. Estão previstos ainda hotéis de perfil corporativo, um náutico e um boutique, outro resort de luxo, uma reserva ecológica.

"O anúncio ratifica a importância da cidade de Cartagena como destino turístico para moradores e estrangeiros, e demonstra a confiança que existe nas oportunidades que oferece", diz Castillo.

Segundo informam os gestores, o meio de hospedagem deve gerar 500 empregos permanentes.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA