MERCADO

Quais as cidades mais caras e mais baratas para se hospedar?


Pixabay
Em todo o mundo, os viajantes pagaram 3% a mais nas diárias de hotéis em 2018
Em todo o mundo, os viajantes pagaram 3% a mais nas diárias de hotéis em 2018

Mesmo com a popularização de plataformas de acomodação, como o Airbnb, os hotéis continuam no radar dos viajantes. Em 2018, os brasileiros gastaram mais com hospedagens do que em 2017. É o que diz a pesquisa Hotel Price Index (HPI), realizada pela Hoteis.com, afirmando que no ano passado os turistas de todo o mundo pagaram, em média, 3% a mais nas diárias. “O HPI sempre ofereceu um bom termômetro da indústria e nos ajuda a entender melhor as tendências globais de viagem”, diz o gerente geral da Hoteis.com para a América Latina, Marwan Badran.


Flickr/ana_raquel
Montevidéu, capital do Uruguai, teve diárias abaixo de R$ 300 em 2018
Montevidéu, capital do Uruguai, teve diárias abaixo de R$ 300 em 2018

MAIS CARAS E BARATAS

Para os brasileiros, as cidades mais baratas no ano passado foram Ciudad Del Este e Assunção (Paraguai), Bogotá (Colômbia) e Montevidéu (Uruguai), com diárias abaixo de R$ 300. As mais caras foram Mykonos e Santorini (Grécia) e Cancún (México), com diárias acima de R$ 900.


Entre as cidades mais caras do Brasil, estão Búzios, Campos do Jordão e Porto Seguro, com diárias acima de R$ 400. As mais em conta são São José dos Campos, Manaus, Belo Horizonte, Ribeirão Preto e Curitiba, que apresentaram valor médio abaixo de R$ 200.

Larissa Faria
Hotéis do Rio de Janeiro tiveram queda de 7% no valor da diária no ano passado
Hotéis do Rio de Janeiro tiveram queda de 7% no valor da diária no ano passado

VARIAÇÕES DE PREÇO

Entre 2017 e 2018, os destinos internacionais tiveram maior variação que os domésticos. Nos EUA, a cidade de Surfside sofreu um aumento de 30%. No Brasil, a maior alta foi em Porto Seguro (BA), destino que ficou 18% mais caro. Em contraponto, se hospedar em Sydney, na Austrália, esteve 10% mais barato que em 2017. No Brasil, a maior queda foi no preço do Rio de Janeiro, 7% mais em conta.


HOTÉIS DE LUXO

Mesmo com a alta de preços no setor hoteleiro em geral, as hospedagens 4 e 5 estrelas baixaram de preço. No Brasil, o Rio de Janeiro teve queda de preço de 7% nos hotéis nota 4. Cidades estrangeiras, como São Francisco (EUA) e São Petersburgo (Rússia) passaram a custar 6% menos que em 2017.


Confira as cidades com queda no preço de diárias 4 e 5 estrelas:

[-Divulgação-]
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA