Demanda por hotéis nos EUA não se recuperará totalmente até 2023

|

Unsplash/Marten Bjork
De acordo com a STR, embora devagar, a recuperação hoteleira nos Estados Unidos deve continuar
De acordo com a STR, embora devagar, a recuperação hoteleira nos Estados Unidos deve continuar
Mesmo com a melhoria do desempenho já em andamento, a demanda por hotéis nos EUA não retornará completamente aos níveis pré-pandêmicos até 2023, de acordo com estudos mais recentes da STR e do Tourism Economics.

“Comparado com nossa última previsão, melhoramos nossa projeção de demanda para 2020 de -45% para -36,2%, mas esperamos que demore onze trimestres para que o número de diárias vendidas suba para os níveis correspondentes de 2019. Com níveis mais baixos de ocupação e a influência do desconto à medida que os hoteleiros competem por participação de mercado, a taxa média diária pode ter uma recuperação mais lenta. Não vemos ela se recuperando para níveis anteriores a 2020 nos próximos cinco anos”, diz o vice-presidente sênior de Insights de Hospedagem da STR, Jan Freitag.

Segundo as análises, a demanda e a ocupação continuam aumentando lentamente a cada semana e, embora devagar, a recuperação deve continuar, desde que o país evite contratempos significativos em seu progresso contra o coronavírus. As viagens estão aumentando timidamente e, apesar de a covid-19 continuar sendo um fator definidor até o primeiro trimestre de 2021, as perspectivas antecipam ganhos adicionais em viagens, à medida que a confiança é gradualmente restaurada e as restrições diminuídas.

Divulgação
Cenário de recuperação previsto pela STR
Cenário de recuperação previsto pela STR
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA