Sebrae lança protocolos de saúde para setor de hospedagem

|


Divulgação/Best Western Hotels & Resorts
Áreas comuns do hotel têm de receber atenção reforçada
Áreas comuns do hotel têm de receber atenção reforçada
Com o objetivo de apoiar as micro e pequenas empresas para uma retomada das atividades econômicas no Brasil, o Sebrae elaborou um conjunto de protocolos com orientações de boas práticas nacionais e internacionais, alinhadas com as recomendações das autoridades de saúde.

Ao todo, foram elaborados 35 documentos para 47 segmentos setoriais, que correspondem a 75% dos pequenos negócios do Brasil e são responsáveis por 46% dos empregos gerados no País. Entre os segmentos está o Turismo, que, de acordo com a instituição, foi um dos mais impactados com a pandemia do novo coronavírus.

Esses protocolos contemplarão agências de viagens, viagens de negócios e eventos, além de turismo em áreas naturais e hospedagem, cujas medidas foram divulgadas por meio de um e-book nesta terça-feira (9) – os demais setores do Turismo terão as orientações publicadas no dia 15 deste mês.

As medidas foram categorizadas por áreas consideradas fundamentais: saúde, segurança e higiene; local de trabalho; colaboradores; clientes; atendimento; fornecedores e parceiros. Além de e-books, são disponibilizados vídeos orientativos de curta duração em que os donos de pequenos negócios poderão verificar, de forma simples, quais os procedimentos eles deverão adotar na empresa.

Divulgação
Carlos Melles, presidente do Sebrae
Carlos Melles, presidente do Sebrae
“Os documentos são muito relevantes para que o empresário, juntamente com seus colaboradores, fornecedores e clientes consigam, de fato, superar esta fase. Mais importante do que abrir, é se manter aberto e ter um local mais seguro. O Sebrae acredita muito que essa ação será um diferencial para que possamos ter uma retomada consistente em nosso País”, disse o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

VEJA ORIENTAÇÕES DO SEBRAE PARA O SETOR DE HOSPEDAGEM

- Os funcionários devem estar familiarizados com as medidas de prevenção básica à covid-19, como a higiene das mãos, o distanciamento social, as normas de evitar tocar olhos, nariz e boca e etiqueta respiratória;

- Disponibilizar desinfetantes, como o álcool gel 70%, para as mãos perto de superfícies e objetos frequentemente tocados, como na entrada, perto de elevadores, próximo de corrimãos de escadas, ao lado de telefones e computadores de uso comum, recepção e portas de áreas comuns;

- manter os ambientes arejados, dando preferência à ventilação natural;

- avaliar a higiene do sistema de ar condicionado com a empresa responsável;

Clique aqui e baixe a lista de protocolos completa para o setor de hospedagem

PRÓXIMA ETAPA
Na última etapa, prevista para o dia 15 de junho, os empresários vão ter acesso aos outros materiais de apoio preparados para facilitar a implementação das medidas indicadas nos protocolos, como um check-list.

Por meio desse recurso, os donos de pequenos negócios vão poder verificar, junto com a equipe, quais práticas que já foram implementadas e quais ainda precisam de atenção. Isso inclui materiais de visualização e sinalização para impressão, que podem ser utilizados na empresa tanto no piso quanto na parede, com orientações para distanciamento e medidas preventivas de higiene, entre outras.

“O momento, mais do que nunca, exige preparação, planejamento e orientação aos empresários para uma retomada segura e consistente e, para isso, o Sebrae e parceiros entram em cena com a elaboração e disseminação dos protocolos”, afirmou o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Outras informações podem ser acessadas no site do Sebrae.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA