Hotelaria da Costa Verde (RJ) cria ação em resposta ao trânsito

|

Hotéis e condomínios da Costa Verde do Estado do Rio de Janeiro vão lançar uma ação convidando visitantes a ampliarem seu período de hospedagem por, pelo menos, mais um dia no próximo feriado prolongado - 12 de outubro. As propriedades da região, que compreende cidades como Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty, vão oferecer desconto de 50% na tarifa do dia além do feriado. A ideia é diminuir os congestionamentos excessivos nas estradas que levam esses viajantes a sua cidades de origem, evitando o que já ocorreu no último feriado.

Gabriel Toledo
Paraty é uma das cidades mais conhecidas da região
Paraty é uma das cidades mais conhecidas da região
Organizador do projeto, Carlos Borges, dono do Portobello e da Pousada Porto Imperial, em Paraty, já conseguiu adesão de hoteleiros, de agências de viagens e da Associação de Condomínios da Costa Verde. O executivo comenta, entretanto, que ideias como essa não resolvem a situação.

"A solução do problema passa pela privatização e duplicação da Rio-Santos, mas esse processo só começará no ano que vem e as obras vão demorar. As pessoas estão nervosas dentro de casa, não podem viajar para o exterior e há dificuldades no transporte aéreo. A Rio-Santos é a única estrada sem pedágio e o problema dos engarrafamentos, que é antigo, vai piorar nos próximos feriadões, no Réveillon e no Verão", prevê Borges.

Segundo o hoteleiro, no último feriado prolongado (7 de setembro) muitos viajantes tiveram que voltar aos hotéis da região por não quererem enfrentar o engarrafamento.

Além dos hotéis, a ação tem a adesão da Associação dos Condomínios da Costa Verde e de seu presidente Manoel Francisco de Oliveira. "Os motoristas sofrem com o afunilamento da pista nos dois túneis de Mangaratiba. Ali ninguém anda na volta para casa até mesmo nos fins de semana comuns. A melhor opção é voltar no dia seguinte. Com o trabalho em home office e calendário escolar ainda não definido, isso ficou mais fácil", comenta Oliveira.

Os empresários da região ainda comentam que a ideia pode ser levada para a Região dos Lagos, que sofre com o mesmo problema dos engarrafamentos nos feriadões, sobretudo no trecho da BR-101 e nas vias estaduais entre a Via Lagos e Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA