Decolar lança cartão de crédito com Santander e Visa

|


Divulgação
Os consumidores terão vantagens exclusivas no Passaporte Decolar
Os consumidores terão vantagens exclusivas no Passaporte Decolar
A Decolar acaba de lançar o cartão de crédito co-branded em parceria exclusiva com o Banco Santander e a Visa. Com o novo produto, o Passaporte Decolar passa a ser um dos principais programas de benefícios do País, no qual os clientes poderão acumular mais pontos para serem trocados por viagens.

"O cartão confirma o DNA de inovação e tecnologia da Decolar, pois o cliente pode solicitar o cartão na nossa plataforma e, uma vez aprovado, já poderá utilizá-lo para fazer uma compra com a gente, sem a necessidade de aguardar o cartão físico. É mais um passo que avançamos em termos tecnológicos e pioneirismo do setor. Já estamos considerando que esse cartão de crédito deva ser um dos principais meios de pagamento dos produtos e serviços da companhia nos próximos anos”, afirma o diretor-geral da Decolar, Alexandre Moshe.

Todas as compras efetuadas com o cartão vão gerar pontos no Passaporte Decolar, que poderão ser trocados por produtos da companhia de viagens. No caso de compras em moedas estrangeiras, o consumidor ganhará pontos extras. O principal diferencial é que o consumidor poderá trocar seus pontos por voos de qualquer companhia aérea, hotéis, aluguel de carro, ingressos ou qualquer outro produto oferecido pela Decolar, além de continuar acumulando milhas nos programas das companhias aéreas que já participa.

Como parceiro de negócio da Decolar, a Visa também oferece vantagens aos portadores do cartão, como seguros de perda ou roubo de bagagem, cancelamento e atraso de voos, proteção de compra, serviço de concierge, estacionamento gratuito nos aeroportos, seguro saúde com médico on-line, chip de viagem, entre outros. O novo produto também conta com a tecnologia de pagamento por aproximação, que possibilita efetuar compras diretamente no terminal habilitado sem a necessidade de passar ou inserir o cartão.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA