Expedia Group demite 3 mil funcionários (12% de sua folha)

|


Wikicommons
Barry Diller, chairman da Expedia
Barry Diller, chairman da Expedia

De acordo com informações do portal GeekWire, o Expedia Group está dispensando 12% de sua força de trabalho, ou três mil colaboradores, incluindo 500 de sua sede em Seattle

Em mensagem enviada aos funcionários, o Time de Lideranças de Viagens da Expedia disse que a empresa esteve perseguindo o crescimento de formas não saudáveis e indisciplinadas. A empresa está buscando corte de custos entre US$ 300 milhões e US$ 500 milhões por ano.

Dados de 31 de dezembro mostram que a Expedia tinha 25,4 mil colaboradores. No ano passado teve receita de US$ 12 bilhões e lucro de US$ 565 milhões. Segundo a reportagem, o corte não teria a ver com a epidemia de coronavírus, apesar de a empresa ter dito que esperava perdas de até US$ 40 milhões no trimestre devido à doença.

No comunicado aos funcionários, a Expedia considera os resultados de 2019 decepcionantes. No ano passado, a empresa realizou uma ampla reforma de suas lideranças, em cargos-chave no grupo. Mais clareza na estratégia e simplificação das operações são as metas imediatas da Expedia, alé de mais disciplina em definir prioridades e alocação de recursos.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA