Assist Card registra aumento de 27% nas assistências nacionais

|

Apesar da redução no número de viagens ocasionada pela pandemia do covid-19, a Assist Card registrou no primeiro semestre de 2020 uma alta histórica de 27% no número de assistências prestadas no Brasil para brasileiros em viagens domésticas. A venda de seguros nacionais, que representava 39% do total de apólices emitidas no primeiro semestre de 2019, saltou para 50% no mesmo período de 2020.

Unsplash/Yousef Alfuhigi
De olho nas viagens domésticas, a Assist Card lançou um seguro que vale por um ano e possui coberturas adicionais
De olho nas viagens domésticas, a Assist Card lançou um seguro que vale por um ano e possui coberturas adicionais
O volume de assistências para brasileiros dentro do Brasil representou 21% do total de atendimentos prestados pela Assist Card para brasileiros no mundo todo. Este número só não é maior do que para os Estados Unidos, onde o volume de atendimento a brasileiros representou 22% no último semestre.

“Este crescimento é um claro sinal de que o brasileiro está se preocupando cada vez mais em viajar segurado, mesmo que seja dentro do próprio país. E este cenário deve ganhar ainda mais corpo com o fomento do Ministério do Turismo, que desenvolveu a campanha Turismo Seguro, cujo potencial de engajamento do setor é grande”, avalia o Country Manager da Assist Card no Brasil, Alexandre Camargo.

Especialistas no setor de viagens estimam que muitos brasileiros que planejavam viajar para o exterior devem trocar os seus planos de uma viagem internacional por várias viagens dentro do Brasil. De olho nesta demanda, a Assist Card lançou recentemente um seguro doméstico de múltiplas viagens, o Multi Trip, que vale por um ano e possui coberturas adicionais que nem todos os planos de saúde oferecem.

“Entre os principais benefícios estão a repatriação para a cidade de origem, as consultas por telemedicina e o 'house call', que consiste no envio de um médico ao hotel ou local de hospedagem do segurado”, completa o executivo. Por R$ 350 o turista emite uma única apólice e está protegido em todas as suas viagens por até um ano. A única restrição é não passar mais de 30 dias consecutivos fora da sua cidade de residência.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA