Seguradora oferece repatriação de viajantes infectados por covid

|


Divulgação
Para acionar a cobertura, basta um diagnóstico positivo do contágio
Para acionar a cobertura, basta um diagnóstico positivo do contágio
Devido às restrições de viagens, os viajantes que manifestarem os sintomas ou apresentarem um teste positivo para a covid-19 enquanto estiverem no Exterior não podem embarcar em um voo comercial de volta para a casa. A única alternativa é fazer uma quarentena e, se precisar de tratamento médico, recorrer à disponibilidade dos serviços de saúde ocais.

Pensando nisso, a seguradora Covac Global passou a oferecer a repatriação dos associados que estiverem infectados, cobrindo o custo de uma aeronave particular para levar o viajante a sua cidade de origem. Para acionar a cobertura, basta um diagnóstico positivo, sem outros requisitos médicos ou de hospitalização associados. O único segmento de viagem não atendido pela cobertura do seguro é o de cruzeiros, considerado ambiente de alto risco pela companhia.

"Os desafios são profundos e o próximo obstáculo é o medo de contrair o vírus ao viajar e ficar preso em quarentena por semanas ou hospitalizado em outro país. Nosso programa oferece a tranquilidade de saber que você pode deixar um país mesmo depois de começar a se sentir mal. A proposta é levá-lo para casa antes que precise ir a um hospital. Queremos ser capazes de evitar todo esse processo de hospitalização em outro país", explicou o CEO e fundador da Covac Global, Ross Thompson.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA