Movida

Beatrice Teizen   |   19/06/2018 16:57

É preciso estudar para manter-se no mercado, afirma especialista

E é preciso não temer o fracasso para atingir o sucesso.

Em um mundo onde as mudanças acontecem de maneira cada vez mais rápida, é indiscutível que os profissionais devem ter novas competências para se manterem ativos no mercado de trabalho. Para isso, é necessário estudar e procurar desenvolver práticas e conhecimentos.

Emerson Souza
O professor da ESPM e diretor de Marketing da Tecnisa, Romeo Busarello
O professor da ESPM e diretor de Marketing da Tecnisa, Romeo Busarello
“Todos nós estamos com as competências descasadas e não há alternativa, é preciso ir atrás de educação. E não digo somente sobre MBA, pós-graduação ou doutorado, falo cada vez mais de cursos de uma semana ou 15 dias, participar de eventos e congressos. O importante é fazer conexões”, afirma o professor da ESPM e diretor de Marketing da Tecnisa, Romeo Busarello, no Conexão Esferatur.

Um ponto levantado pelo especialista foi o do “Zeitgeist”: espírito de época. É preciso estar em dia com as tecnologias, mudanças, plataformas e características da nova economia. Segundo Busarello, não são as empresas que ficam para trás, mas os executivos que nela trabalham, caso esses não vão atrás de atualizações.

Para não entrar em uma paranoia, é preciso cuidar bem das competências. Se elas estiverem bem articuladas, há como se manter ativo e se defender de possíveis entraves. E, para isso, é preciso estar sempre estudando, ter alma digital e não ter medo do fracassar. “Quem se afasta do fracasso, se afasta do sucesso. Tem de baixar o coeficiente do medo”, finaliza.

Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias