Costa Cruzeiros reduz produção de lixo e consumo de água

|

Divulgação/ Costa Cruzeiros
Costa Smeralda, meganavio que será movido à  Gás Natural Liquefeito (GNL)
Costa Smeralda, meganavio que será movido à Gás Natural Liquefeito (GNL)

A Costa Cruzeiros divulgou a edição de 2017 de seu relatório de sustentabilidade. O documento teve como dois principais destaques a redução de lixo produzido diariamente por passageiro em toda sua frota, com uma queda de 4,4%, e uma diminuição de 2% no consumo de água no ano inteiro - lembrando que 100% do lixo produzido a bordo é coletado e dividido para reciclagem

Ainda quanto ao uso de água, a armadora destacou que 70,3% foi produzido a bordo dos navios, 4,1% a mais do que em 2016; os outros 29,7% foram coletados dos portos de embarque e desembarque.

A quantidade de carbono despejada, porém, reduziu pouco, em torno de 0,2%, embora o plano seja diminuir em 25% até 2020, e diminuir em 85% a emissão de óxido de nitrogênio.

O relatório de sustentabilidade da Costa Cruzeiros é dividido em três seções: Mar, Você e Amanhã. O primeiro deles envolve a diminuição na emissão de gases poluentes, a otimização do consumo, a administração do desperdício visando a recuperação, o reuso e reciclagem, o combate às mudanças climáticas e a segurança do ecossistema marinho.

O segundo foca em promover um modelo empresarial e turístico capaz de assegurar o desenvolvimento econômico nos locais visitados pelos navios e, ao mesmo tempo, disseminar o patrimônio cultural e natural de localidades italianas.

Já o o terceiro e último trata da inovação responsável, e um exemplo dado pela presidente da Costa, Neil Palomba, neste sentido, é "são os dois novos navios que encomendamos, os primeiros do setor de cruzeiros movidos por Gás Natural Liquefeito (GNL), o combustível fóssil mais limpo do mundo atualmente”, comentou - a previsão de entrega é para 2019 do primeiro deles, o meganavio Smeralda, enquanto o segundo chega em 2021, ainda sem nome oficial.

DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS
"Estamos fortemente comprometidos em consolidar o projeto 4 Good Food, no qual temos a meta de reduzir em 50% o desperdício de alimentos a bordo dos navios da Costa até o ano de 2020, 10 anos antes do objetivo proposto pela Agenda 2030 da ONU”, anunciou a diretora de Sustentabilidade da Costa Crociere, Stefania Lallai.

Nos primeiros dez meses do programa, entre 15 de julho de 2017 e 15 de maio de 2018, cerca de 28,7 mil porções de alimentos excedentes foram destinadas às instituições beneficentes locais.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA