CRUZEIROS

Consolidada em SP, Costa mira novas regiões no Brasil

Marluce Balbino
Dario Rustico e Alex Calabria, da Costa Cruzeiros
Dario Rustico e Alex Calabria, da Costa Cruzeiros
A Costa Cruzeiros tem 70 anos de vida, mas se engana quem acha que a armadora aposta somente no passado para crescer em novos mercados. O esforço comercial para se aproximar de regiões onde os números ainda não alcançaram os patamares desejados é uma das prioridades da companhia no Brasil, como explicou o diretor geral de Vendas e Marketing da Costa para a América do Sul, Dario Rustico.

“Nós precisamos ficar mais presentes em outros Estados que não São Paulo. Queremos alcançar todo o Brasil, é claro, mas tem cinco Estados que são nossas prioridades em um primeiro momento”, comentou Rustico, citando a região Nordeste, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Goiás.

Globalmente, a ambição da armadora é dobrar o número de passageiros transportados dentro de três anos - os números não foram revelados. Para isso, a companhia aposta em uma parceria com a Alitalia firmada em 2011 e que chega ao Brasil em 2019 – o Fly & Cruise terá saídas desde São Paulo entre maio e novembro do ano que vem.

Se diferenciar das concorrentes também é essencial, outra frente de trabalho da Costa. O gerente de Vendas e Marketing, Alex Calabria, destaca que, “além do hardware, dos espaços do navio, nos diferenciamos também com o que roda dentro do cruzeiro”. Ele cita a conhecida gastronomia a bordo dos Costa, além de produtos customizados para o público brasileiro – no Caribe e Mediterrâneo, com staff e diários em português, sem custo adicional.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA