MSC Cruzeiros mantém temporada no Brasil e Argentina este ano

|

Divulgação
MSC Grandiosa e MSC Magnifica
MSC Grandiosa e MSC Magnifica
Depois do anúncio de ontem da Costa Cruzeiros
, que cancelou sua temporada 2020/2021 no Brasil e na Argentina, a pergunta dos agentes de viagens e do trade em geral é uma só: e a MSC? Mantém sua programação? A companhia marítima disse, em comunicado, que sim.

“Em conexão com o envolvimento contínuo da MSC Cruzeiros com autoridades e portos em todos os países em que a empresa tem operado historicamente e seguindo a aprovação do protocolo operacional da companhia por outros países, a MSC Cruzeiros planeja trazer gradualmente mais navios de volta ao mar nos próximos meses, em linha com o reinício gradual de suas operações onde teremos todos os navios da companhia de volta às operações entre o final deste ano até o verão de 2021 no hemisfério norte. Este programa atualmente prevê até quatro navios da MSC Cruzeiros programados para operar na América do Sul”, declarou a empresa por meio de nota.

A temporada 20/21 na América do Sul da MSC Cruzeiros deve começar em 15 de novembro com o primeiro cruzeiro a bordo do MSC Preziosa. Em sua temporada mais recente, cinco navios da MSC Cruzeiros navegaram em águas da América do Sul nos destinos do Brasil, Argentina e Uruguai.

Uma vantagem da MSC é que quatro de seus navios já estão no Brasil (não regressaram à Europa): MSC Seaview, MSC Poesia, MSC Musica e MSC Sinfonia. O que permite que a empresa retome aos poucos a operação, como está fazendo na Europa. No caso da Costa, uma das justificativas é que os navios precisariam sair da Europa em seis ou sete semanas, sem uma data ainda de autorização das autoridades brasileiras.

“No Brasil e em toda a América do Sul, a indústria de cruzeiros representa um importante contribuinte para a economia dos destinos visitados por seus navios, além de toda a indústria do Turismo. Dessa forma, o reinício da indústria de cruzeiros na América do Sul pode desempenhar um papel importante na recuperação econômica de todo o setor de Turismo”, acredita a empresa.

A MSC Cruzeiros reiterou seu “continuo comprometimento com as autoridades de saúde brasileiras, argentinas e uruguaias, além de outras autoridades responsáveis, assim como os portos a fim de garantir o retorno de suas operações na América do Sul, de forma gradual e segura, após o reinício bem-sucedido das operações no Mediterrâneo em meados de agosto, com base em seu novo e abrangente protocolo de saúde e segurança”.

Divulgação/MSC
MSC Preziosa
MSC Preziosa
RETOMADA NA EUROPA

O MSC Grandiosa, o mais novo e moderno navio da companhia, voltou a navegar com sucesso, dando as boas-vindas novamente aos hóspedes, e está agora em seu quarto cruzeiro consecutivo de sete noites, partindo de Gênova, na Itália, com destino à Civitavecchia, Nápoles, Palermo e Valeta, em Malta.

No final deste mês, um segundo navio da MSC Cruzeiros deve começar a receber hóspedes nos portos do Mediterrâneo Oriental, fazendo escalas na Itália e na Grécia, também em um itinerário semanal de sete noites.

A MSC disse que “o reinício das operações no Mediterrâneo seguiu a aprovação das autoridades nacionais e locais na Itália, Grécia e Malta, do novo protocolo de saúde e segurança da empresa, que é projetado para proteger os hóspedes, a tripulação, bem como as comunidades que seus navios atuam”. Esse retorno tem como pilares os seguintes princípios:

· Testagem para covid-19 de todos os hóspedes antes do embarque, além de outras medidas de mitigação de risco a bordo;

· Testagem para covid-19 de todos os membros da tripulação, antes de eles assumirem o serviço a bordo, além de outras medidas de mitigação de risco em curso a bordo;

· Realização apenas de excursões protegidas em terra, para garantir que todas as medidas de prevenção e mitigação a bordo se estendam aos hóspedes, também enquanto visitam os destinos ("bolha social estendida em terra");

· Ventilação a bordo que emprega as melhores estratégias de gerenciamento de ar e tecnologias relacionadas;

· Um plano de contingência e resposta rápida, tanto a bordo quanto em terra, para casos suspeitos;

· Navios operando com capacidade reduzida, em 70% durante a fase atual;

· Uso obrigatório de máscaras a bordo para hóspedes e tripulantes, sempre que o distanciamento social adequado não puder ser garantido;

· Medidas de distanciamento social em toda a experiência do hóspede, desde o check-in no terminal, nas diferentes áreas do navio e em atividades a bordo com capacidade reduzida;

· Sistema de gestão de risco que monitora de perto a origem dos hóspedes e emprega estratégias adicionais de triagem e teste em hóspedes vindos de países e regiões definidos como de alto risco.

Para desenvolver seu protocolo de saúde e segurança, a MSC Cruzeiros montou uma força-tarefa multifuncional composta por especialistas internos nas áreas de Serviços Médicos, Saúde Pública e Saneamento, Serviços de Hotelaria, HVAC e outros Sistemas de Engenharia de Bordo, Tecnologia da Informação e Logística, realizou uma parceria com a Aspen Medical, líder global de serviços de saúde, para auxiliar no desenvolvimento do protocolo e dos procedimentos operacionais.

Além disso, foi criado o Grupo Blue Ribbon de Especialistas em covid - um painel de especialistas altamente qualificados e internacionalmente respeitados para informar e revisar nossas iniciativas e garantir que as ações tomadas sejam apropriadas, eficazes e baseadas nas melhores práticas científicas e de saúde disponíveis. Combinando novos dados e pesquisas em covid-19, uma compreensão melhorada do vírus e como ele se comporta com a tecnologia mais recente na triagem e proteção de pessoas contra um possível contágio, o protocolo operacional da companhia foi projetado para prevenir e mitigar o risco de transmissão durante um cruzeiro de férias com a MSC.

Para obter detalhes adicionais sobre o protocolo de saúde e segurança da MSC Cruzeiros, acesse aqui o websitee aqui para conhecer mais informações sobre o Grupo Blue Ribbon.

Raphael Silva
Adrian Ursilli, diretor Brasil da MSC Cruzeiros
Adrian Ursilli, diretor Brasil da MSC Cruzeiros
EXPERIÊNCIA DOS HÓSPEDES

Segundo a MSC, o feedback dos milhares de hóspedes que até agora navegaram no MSC Grandiosa "foi extremamente positivo, com muitos classificando sua experiência como uma das opções de férias mais seguras disponíveis, bem como elogiando a disposição da MSC Cruzeiros de ir além das diretrizes estabelecidas por autoridades nacionais e regionais."

Outros indicaram que "nenhum outro setor de Viagens e Turismo foi tão longe com seus respectivos protocolos para a proteção de hóspedes e funcionários".

"São com estas premissas que a MSC Cruzeiros também busca trabalhar e progredir em suas discussões com as autoridades brasileiras, argentinas e uruguaias para a aprovação de seu novo protocolo global de saúde e segurança que está sendo implementado com sucesso no Mediterrâneo", finaliza a companhia.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA