NCL estende exigência de vacinação em cruzeiros "indefinidamente"

|

Divulgação/Norwegian Cruise Line
Todos os passageiros e tripulantes da NCL devem estar totalmente vacinados pelo menos duas semanas antes da partida
Todos os passageiros e tripulantes da NCL devem estar totalmente vacinados pelo menos duas semanas antes da partida
A exigência de vacina da Norwegian Cruise Line Holdings permanecerá em vigor "indefinidamente", disse o presidente e CEO Frank Del Rio ontem (3), durante a teleconferência sobre os lucros do terceiro trimestre da empresa.

"Estendemos indefinidamente nossa exigência de vacinação de 100% dos hóspedes. Acredito que isso continua a ser uma vantagem competitiva para nossas três marcas”, disse Del Rio.

A decisão foi tomada devido às contínuas preocupações em torno da saúde pública e do compromisso de proteger os passageiros, disse Christine Da Silva, vice-presidente sênior de Branding e Comunicações da Norwegian, ao portal USA Today em um comunicado.

Todos os passageiros e tripulantes devem estar totalmente vacinados pelo menos duas semanas antes da partida, reconhecer seu status de vacinação antes do embarque e apresentar comprovante de vacina durante o embarque.

A NCLH, empresa controladora da Norwegian Cruise Line, Regent Seven Seas Cruises e Oceania Cruises, instituiu inicialmente a exigência de vacinação de 100% em abril e a estendeu até o final do ano em agosto. Não há isenções, incluindo relacionadas à idade, para a exigência de vacinação completa de passageiros.

As notícias de terça-feira (2) de que os Centros de Controle e Prevenção de Doenças aprovaram crianças de 5 a 11 anos para serem vacinadas foram bem-vindas. Isso "permitirá que um grupo ampliado de hóspedes 100% vacinados, especialmente famílias, naveguem com nossa marca", disse Del Rio.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA