Brand USA busca reverter revés com nova plataforma e nichos

|


Marluce Balbino
Suzana Durini, gerente sênior de Desenvolvimento Global de Trade do Brand USA
Suzana Durini, gerente sênior de Desenvolvimento Global de Trade do Brand USA

Compras, claro. Parques temáticos, óbvio. Flórida, Nova York, Califórnia, sempre. O Brand USA trabalha todos esses produtos, mas o incansável trabalho do órgão de promoção turística dos Estados Unidos pode mais no Brasil. São 50 Estados com potencial de venda para um mercado que ama o destino, na visão da gerente de Desenvolvimento Global de Trade, Suzana Durini, que volta à WTM em 2018.

Ela acredita que a queda de visitantes brasileiros nos últimos dois anos será revertida em 2018, e que a meta de crescimento de 9% até 2022 será alcançada com exploração de nichos, capacitação de trade e investimento em mídia. "Temos de trabalhar nossos principais portões de entrada, mas ir além deles. Amamos a Flórida, somos orgulhosos do quanto eles atraem os turistas, mas temos Texas, Ohio, Oregon, sua cultura, gastronomia, seu estilo. Cada Estado é bem diferente um do outro", afirma Suzana. "Em 2018, a principal temática do Brand USA é música, o que ilustra muito bem nossa diversidade, nossa identidade."

CAPACITAÇÃO
Sempre em renovação, o Brand USA lançou este ano um website para operadores e agentes de viagens com informações do que fazer em cade destino. O portal também tem imagens e vídeos gratuitos para o trade usar no B2C, mas o mais importante é a capacitação para o trade brasileiro totalmente em português. "Nela é possível criar itinerários. Damos ideia de como conectar os pontos e estamos trabalhando em paralelo com os receptivos norte-americanos para viabilizar todos as montagens possíveis", explica a Suzana Durini. Conheça: www.usadiscoveryprogram.com.br.

NICHOS
Para dar maior dinâmica às vendas, Suzana sugere ao trade brasileiro a venda de nichos, e ressalta o potencial norte-americano para conseguir turbinar a prateleira. "As viagens pelas estradas, tanto de motor home quanto de carros alugados, são muito fáceis e baratas nos Estados Unidos. Valem muito a pena e estão crescendo demais. No inverno, o esqui também tem um custo benefício excelente. Gastronomia, música, eventos esportivos... Somos o destino mais completo do mundo."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA