DESTINOS

"Lição de casa" é arma para diversificar ofertas ao vender Miami


tammon/Pixabay
ANAHEIM - Um dos destinos internacionais preferidos do brasileiro, Miami recebeu em 2018 nada menos do que 462 mil viajantes com origem no Brasil. Satisfeito com os resultados das últimas temporadas, o Greater Miami Convention & Visitors Bureau enxerga que há potencial para crescer ainda mais neste mercado. A saída, segundo o órgão, seria educar o turista brasileiro sobre todas as possibilidades que a cidade têm a oferecer a seus visitantes.


“O brasileiro é um turista muito diferente dos outros. Eles costumam vir em grande número, seja em um grupo de amigos ou em família, e não economizam com restaurantes, compras e aluguéis de carro”, define a diretora de Relações com a Mídia para a América Latina e Caribe, Melina Martinez-Echeverria, acrescentando que a estada média é de sete noites.

Após visitas repetidas e conhecer a fundo a cidade do Sul da Flórida, a executiva afirma que, aos poucos, “as famílias estão descobrindo a arte e a cultura, que é uma grande atração de Miami”, completa.


“Miami tem algo a oferecer para qualquer orçamento”, destaca. “Eu sempre peço que o viajante ou o agente que o assessora façam uma pesquisa. Façam sua lição de casa, chequem nossas páginas na internet, conheçam todas as nossas diferentes ofertas”, pede Melina.


O Portal PANROTAS viajou a convite do IPW 2019 e da United Airlines, com proteção GTA.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA