OMS decreta emergência global; mas não restringe viagens

|

A Organização Mundial de Sáude (OMS) decretou emergência sanitária global por conta do novo coronavírus. A decisão, tomada hoje em Genebra, partiu de uma reunião entre especialistas e governos dos países afetados. Segundo a OMS, o surto é “sem precendentes”. A emergência significa que governos de países com casos confirmados, com fronteiras com a China e aqueles apenas com ligações aéreas tomem medidas imediatas de controle. As informações são do Uol.

Danilo Teixeira Alves
Viagens estão permitidas, diz OMS
Viagens estão permitidas, diz OMS

Ainda segundo a organização, não há necessidade de restringir viagens e comércio, mas garante que a declaração é uma forma de apoiar países que não teriam a capacidade de lidar com um eventual surto.

Até o momento, já foram contabilizados 7,7 mil casos e 170 mortes na China, principal local de multiplicação do vírus. Em outros 19 países, já foram registrados 98 casos. No Brasil, o Ministério da Saúde investiga nove casos suspeitos.

“Precisamos agir agora para ajudar outros países a se preparar para a possibilidade [da chegada do vírus]”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus. “A declaração não é élo que está acontecendo na China, mas pelo que acontece em outros países”, disse.

De acordo com Ghebreyesus, embora o número de casos em outros países ainda seja baixo, se comparado a China, é preciso agir em conjunto. “Não sabemos o tipo de dano que esse vírus pode causar de ele se espalhar em um país com um sistema de saúde mais frágil. Por isso, declaro emergência em saúde pública internacional”, declarou ele.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA