Administração de Noronha convida setor a planejar retomada

|

Reprodução da internet
Fernando de Noronha começa a ter definidos os parâmetros para voltar a receber viajantes
Fernando de Noronha começa a ter definidos os parâmetros para voltar a receber viajantes
Fechada desde março para a entrada de turistas, a ilha de Fernando de Noronha começa a ter definidos os parâmetros para voltar a receber viajantes. A administração do destino já iniciou o planejamento da retomada convidando empresas turísticas do destino para participarem de um debate que pretende gerar sugestões de ações a serem adotadas para tonar o setor mais seguro para seus clientes. Pensando nisso foi criado um e-mail específico para onde sugestões, opiniões e comentários podem ser encaminhados: reaberturanoronha@gmail.com.

As contribuições serão reunidas num protocolo para a retomada do turismo. Tudo alinhado ao que já vem sendo traçado com o grupo de matriz de risco do Governo do Estado, que tem a participação da Administração Distrital, Secretaria Estadual de Saúde, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e a empresa de consultoria Deloitte.

"O Turismo pós-covid vai ser diferente, reinventado. Mas não vai ser fácil para ninguém idealizar como será isso. Nenhum lugar do Brasil consegue mostrar com clareza e objetividade como será retomado o Turismo. Nada mais justo e democrático do que chamarmos para este debate as associações e órgãos da ilha que representam diversas classes, para que se juntem a nós e assim a gente consiga fazer um protocolo de retomada setorizada para cada ambiente", comenta o administrador do arquipélago, Guilherme Rocha. "É importante termos a participação popular, mais democrática possível, para atender a todos", completa.

O Turismo representa praticamente a totalidade da economia da ilha. No entanto, ainda não existe previsão de uma data para a reabertura em Noronha. Certo é que algumas práticas do destino já começam a ser repensadas e a exploração do Turismo na ilha será modificada, levando em conta o controle na entrada de turistas, a capacidade de carga no Porto de Santo Antônio e o respeito às legislações ambientais.

Desde que foi fechada para o Turismo, a Administração Distrital colocou em prática várias ações para apoiar a população que ficou impossibilitada de trabalhar. Foram distribuídas cestas básicas, vale gás, peixes, além do estímulo à agricultura familiar. Além disso, outras medidas serão tomadas nas próximas semanas para auxiliar os noronhenses nas necessidades básicas. As ações direcionadas à população foram complementadas com medidas diretas de combate ao coronavírus, o que possibilitou a ilha controlar a doença, sendo o primeiro lugar do país a zerar os casos da covid-19.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA