Pernambuco também suspende Carnaval de 2021 por causa da covid-19

|

Divulgação
O Governo de Pernambuco anunciou, a exemplo de Rio de Janeiro e São Paulo, a suspensão do Carnaval de 2021, em virtude da pandemia de covid-19. A decisão é válida para todo o Estado e, segundo comunicado do governo, teve como base o atual momento epidemiológico e os indicadores da doença. Não há informação se a festa será realizada em outro momento do ano, a exemplo do Rio, que terá desfiles de escola de samba em julho.

“Essa não é uma decisão fácil, pois o Carnaval representa muito mais do que uma festa para o povo pernambucano. É fato que, até fevereiro, não teremos a maior parte da população vacinada. E, no atual contexto de pandemia, não há possibilidade de realização de um acontecimento desse porte, que mobiliza multidões e é, pela sua natureza, um momento de proximidade e aglomeração”, pontuou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Ainda nesta quinta-feira, o Governo de Pernambuco publicou novo decreto prorrogando o Estado de Calamidade Pública, em razão da pandemia, até o dia 30 de junho de 2021. A validade do novo decreto é de 180 dias e começa a vigorar em 1º de janeiro de 2021.

“Essa é uma medida fundamental para a condução do enfrentamento da covid-19, inclusive nos esforços logísticos que teremos de fazer para viabilizar a vacinação, e demonstra o compromisso do Governo de Pernambuco com a saúde da população”, ressaltou André Longo.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA