Argentina estende proibição de estrangeiros até 28 de fevereiro

|


Wikicommons
Casa Rosada, em Buenos Aires, sede da presidência da República da Argentina
Casa Rosada, em Buenos Aires, sede da presidência da República da Argentina
Estrangeiros não-residentes estão com a entrada suspensa na Argentina durante todo este mês. O governo do país vizinho emitiu novo decreto, pelo qual prorroga a medida até o fim de fevereiro. Apenas estrangeiros parentes diretos de argentinos estão liberados. Leia o decreto clicando aqui.

"A situação [da pandemia] na região continua alta, sendo Estados Unidos e Brasil os países que lideram o total acumulado de casos na região. Estados Unidos é o país que mais casos apresenta a cada 100 mil habitantes e o que tem maior número de mortos a cada 1 milhão de habitantes. México é o país que apresenta a maior letalidade na América Latina - 8,5%", aponta o documento.

O texto ainda aponta que estão sendo detectadas novas variantes de SARS-CoV-2 com origem no Reino Unido e no Brasil em vários países, motivo pelo qual a Argentina deve desenvolver estratégias para diminuir a possibilidade de ingresso destas variantes no país.

"Devido a isso, é recomendável adotar medidas para restringir a circulação terrestre aérea e fluvial e manter um controle intenso ao momento de ingresso no país de cidadãos e transportes [...]", continua.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA