Espanha reavaliará situação do Brasil em 22 de junho

|


Brasileiros ainda não podem entrar na Espanha em voos diretos do País, ainda que vacinados
Brasileiros ainda não podem entrar na Espanha em voos diretos do País, ainda que vacinados
Visitantes estrangeiros em voos provenientes do Brasil e da África do Sul estão excluídos da lista de aprovação de vacinados para entrar na Espanha, anunciada pelo governo do país europeu. Determinada hoje, esta regulamentação fica vigente até 22 de junho, quando os espanhóis revisarão a evolução do quadro pandêmico nesses dois países e reavaliarão a possibilidade de entrada. O Brasil ainda é classificado nação de "sério risco epidemiológico".

Isso significa que o brasileiro terá de esperar cerca de duas semanas para saber se o sinal nas fronteiras espanholas mudará do vermelho para o verde em relação à entrada em voos diretos do Brasil.

Por ora, o ingresso na Espanha para pessoas provenientes do Brasil só será permitida para espanhóis ou andorranos e residentes na Espanha ou Andorra.

O governo espanhol ainda ressalta que será permitida a entrada para "passageiros em trânsito internacional a um país não Schengen com escala inferior a 24 horas permanecendo unicamente na zona de trânsito do aeroporto na Espanha".

ENTENDA O CASO
O governo da Espanha reabriu hoje (7) as fronteiras para a entrada de turistas estrangeiros vacinados contra a covid-19. A medida vale para uma série de países mas deixa de fora os brasileiros, que assim como os sul-africanos ainda enfrentam restrições e são classificados como regiões de “sério risco epidemiológico”, por conta das variantes do vírus que circulam nesses territórios.

A ideia do governo espanhol é viabilizar a retomada do Turismo no verão, que vai de junho a setembro no hemisfério norte e responde pela maior parcela do faturamento anual do setor.

As três vacinas aplicadas no Brasil são aceitas pela Organização Mundial da Saúde, que por sua vez é seguida pelo governo espanhol, mas o cenário de pandemia no País ainda não dá a confiança necessária para os espanhóis abrirem suas fronteiras.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA